Marcos Rocha deixa o futebol de lado para investir em ramo forte no Brasil

O lateral-direito Marcos Rocha, que atualmente está no Palmeiras e teve passagem vitoriosa pelo Galo, deixou o futebol de lado e vem apostando todas as suas fichas no ramo dos investimentos que está em alta no Brasil. Aos 35 anos, o jogador vinha tendo a saída do clube paulista sondada, mas renovou o contrato e tem vínculo por mais um bom tempo.

Sabendo que a carreira de jogador é curta e o alto padrão de vida alcançado pode ir embora em poucos anos, o lateral tem investimentos no segmento dos cavalos de raça Mangalarga Marchador, que são criados em sua fazenda na cidade de Sete Lagoas, no interior de Minas Gerais.

Em entrevista ao programa Globo Rural, o lateral-direito, super campeão por Palmeiras e Galo, falou sobre os animais “selecionados e com foco em reprodução e trabalho de pista” que possui na sua propriedade. “Eu não comprei o haras de cara. Primeiro, arrendei uma propriedade de 30 hectares em Sete Lagoas para investir e construir. E, hoje, sou dono deste local onde ficam nossos cavalos de pista”, contou o jogador.

Ainda na entrevista, o jogador contou que aproveita as folgas para poder visitar a fazenda, mas com rotina complicada não é possível em muitas vezes por ano. Aos 35 anos, Marcos Rocha está no Palmeiras desde 2019.

Participe agora do nosso grupo exclusivo do Whatsapp, Telegram ou acesse nossas comunidades.

“Sempre que tenho oportunidade, vou a Sete Lagoas ver como andam as coisas. Espero conseguir transformar o agro em uma empresa para que, junto da minha família, isso possa nos dar felicidade e ser minha principal fonte de renda. Sempre pensei nisso como investimento para o pós-carreira”, finalizou o lateral.

Comentários estão fechados.