Maiores artilheiros em toda a história do Cruzeiro

Que o Cruzeiro é uma das camisas mais pesadas e bonitas do futebol brasileiro todo mundo sabe. Ao longo dos mais de 100 anos de história, o clube conquistou feitos impressionantes. Basta citar, que o time mineiro é recordista de títulos da Copa do Brasil e, como se não bastasse, cravou seu nome em todo o continente, sendo conhecido como ‘La Bestia Negra’. 

O fato é que grande parte da história do Cruzeiro foi escrita pelos pés dos artilheiros que já vestiram as cores da camisa celeste. O maior deles, como todos devem saber, é Tostão, autor de 242 gols pelo clube. Eterno ídolo, o ex-camisa 10 é considerado por muitos como o melhor de todos os tempos. 

Os 3 maiores artilheiros do Cruzeiro

Ao todo, Tostão entrou em campo para defender as cores da camisa do Cruzeiro em 383 partidas. Foram seis Campeonatos Mineiros um Brasileiro, em 1966, em cima do Santos de Pelé. 

O segundo lugar da lista fica com Dirceu Lopes, ou melhor, o Príncipe do Futebol. Igualmente ídolo, o ex-camisa 10 marcou 223 gols em 610 jogos pelo clube mineiro, sendo, também, o terceiro jogador com mais partidas pela Raposa

Niginho é o terceiro colocado nesta histórica lista e teve um papel marcante em dois períodos distintos na trajetória do Cruzeiro. Inicialmente, entre 1929 e 1933, quando o clube ainda se chamava Palestra Itália, e depois de 1939 a 1947. Durante esses anos, ele se estabeleceu como o terceiro maior artilheiro da história do clube, com 208 gols em 257 jogos pelo Cruzeiro.

Participe agora do nosso grupo exclusivo do Whatsapp, Telegram ou acesse nossas comunidades.

Confira os 10 maiores artilheiros do Cruzeiro

  • Tostão: 242 gols
  • Dirceu Lopes: 223
  • Niginho: 208 gols
  • Bengala: 172 gols
  • Marcelo Ramos: 162 gols
  • Ninão: 158 gols
  • Palhinha: 145 gols
  • Alcides: 144 gols
  • Joãozinho: 118 gols
  • Raimundinho: 110 gols

Comentários estão fechados.