Léo Moura surpreende todo mundo e exerce 7 funções diferentes após deixar o futebol

Léo Moura construiu uma bonita história no futebol brasileiro, tendo se tornado um ídolo no Flamengo. Em 2021, o ex-lateral anunciou oficialmente a sua aposentadoria, aos 42 anos de idade. O seu último clube foi o Botafogo-PB, em 2020. 

Natural de Niterói, Rio de Janeiro, Léo Moura iniciou a sua carreira no Botafogo. Ainda passou por São Paulo, Vasco, Palmeiras e Fluminense, antes de engatar a maior sequência de sua carreira por um time, no Flamengo. 

Com as cores da camisa Rubro-Negra, Léo Moura jogou de 2005 a 2015. Por lá, foi campeão Estadual em cinco oportunidades, venceu um Brasileirão e duas vezes a Copa do Brasil. Durante o período, ele foi convocado para servir à Seleção Brasileira em algumas oportunidades. 

O fato é que, desde que pendurou as chuteiras, Léo Moura passou a dedicar-se a outras atividades. Algumas delas, inclusive, ligadas ao futebol. Ele, por exemplo, é fundador e CEO do Instituto Léo Moura. Além disso, exerce outras funções, como a de empresário, palestrante, gestor e outras mais. 

Léo Moura despejado de casa?

Em abril deste ano, o ex-lateral Léo Moura recebeu a notícia de que poderia ser despejado de casa, em um condomínio de luxo no Rio de Janeiro. Isso porque a empresa Leman Medicamentos entrou com um recurso na Justiça solicitando que o ex-jogador deixasse o imóvel. 

Participe agora do nosso grupo exclusivo do Whatsapp, Telegram ou acesse nossas comunidades.

Isso porque a casa onde Léo Moura morava havia sido leiloada por conta de dívidas do proprietário, em setembro de 2023. De acordo com o jornalista Ancelmo Gois, o ex-lateral ficou surpreso quando recebeu a notificação e entrou com um pedido liminar na Justiça, tendo em vista que realizou o pagamento do imóvel. 

Comentários estão fechados.