Lateral contratado pelo Cruzeiro negou ser reforço do Flamengo

Com o aval do professor Pezzolano, o polivalente Marquinhos Cipriano, de 23 anos, deve ser anunciado oficialmente como novo reforço do Cruzeiro já na próxima semana. O atleta pertence ao Shakhtar, da Ucrânia, mas atuou na última temporada pelo Sion, da Suíça. Os clubes não renovaram o acordo, e o jogador teve então a possibilidade de voltar ao Brasil.

Marquinhos Cipriano surgiu ao futebol como uma das grandes revelações da base do São Paulo, que, historicamente, é conhecida por ser um bom berço de novos craques. À época, inclusive, o atleta chegou a ser comparado com Lucas Moura, por conta do seu estilo de dribles em velocidade. 

O começo da carreira e a negativa ao Flamengo

O início da caminhada de Cipriano nos campos de futebol foi pelo Desportivo Brasil, mas, tão logo se destacou, foi adquirido pelo São Paulo em 2015. Entretanto, o atleta poderia ter tido um outro destino. Isso porque, naquela época, Santos, Palmeiras e Flamengo também estavam na disputa para contratá-lo. 

O rubro-negro carioca, inclusive, fez uma oferta milionária ao Desportivo Brasil: R$2 milhões ao clube, mas R$1 milhão diretamente para o jogador, no caso, para a sua família, visto que, à época, ele tinha apenas 16 anos. No entanto, por ter família de origem paulista, e por ter acreditado no projeto do São Paulo, decidiu-se pelo Tricolor.

Com mais experiência no futebol, apesar de jovem, Marquinho Cipriano é aguardado na capital mineira no início da próxima semana para assinar o contrato de empréstimo por uma temporada com a Raposa. Vale destacar que há a possibilidade de compra ao fim do período. 

No entanto, o jogador só poderá atuar pelo Cruzeiro a partir de 1º de agosto, conforme decisão da Fifa para atletas que estão com contratos congelados com clubes ucranianos. A situação contratual também é uma decisão extraordinária da entidade, que permitiu que atletas que atuassem por times da Rússia ou Ucrânia buscassem outros clubes. 

Apesar de vir por empréstimo de uma temporada, o Cruzeiro poderá, em um futuro breve, ter o atleta em definitivo. O contrato de Cipriano com o Shakhtar termina em meados de 2023, desta forma, a partir de janeiro do dito ano, ele poderá assinar pré-contrato com qualquer clube. Isto é, não haverá custos com rescisões contratuais. 

- Publicidade -

Deixe uma resposta

Seu endereço de email não será publicado.