Larcamón usou palavras fortes para dizer o que precisa ser feito no Cruzeiro

O técnico argentino Nicolás Larcamón terá alguns problemas para resolver no Cruzeiro para a partida de volta da semifinal do Campeonato Mineiro. A saber, a Raposa enfrentará o Tombense no sábado (16), às 16h30, no Mineirão. O duelo de ida terminou empatado por 0 a 0. 

O resultado, ao certo, não foi o que o torcedor do Cruzeiro esperava, ainda mais após um primeiro tempo de muita pressão do time celeste. Por outro lado, também não foi nenhuma tragédia para Larcamón. Isso porque, como se sabe, a Raposa segue com a vantagem do empate para se classificar. 

Larcamón abre o jogo e revela estratégia do Cruzeiro para se classificar

O fato é que, para o duelo de sábado, Larcamón não poderá contar com Zé Ivaldo e com Marlon, ambos foram expulsos no último jogo e, portanto, vão cumprir suspensão. O treinador celeste, em sua coletiva após a partida do final de semana, preferiu não entrar em méritos da arbitragem e focou no que precisa ser feito para o Cruzeiro garantir a classificação à final. 

“Não quero falar do árbitro. Tenho que trabalhar com meus jogadores, o que aconteceu aqui poderia colocar em risco o trabalho dos últimos meses. Temos que ser um time inteligente e ter capacidade emocional no jogo”, afirmou. 

Ao comentar sobre os desfalques, Larcamón elogiou o grupo do Cruzeiro e deixou algumas opções para a escalação no próximo jogo. A saber, para a vaga de Zé Ivaldo, o treinador trabalha com a ideia de usar Neris ou Palácios. Já na lateral-esquerda, Lucas Villalba deve ser o escolhido. 

Participe agora do nosso grupo exclusivo do Whatsapp, Telegram ou acesse nossas comunidades.

Como mencionado, um empate basta para o Cruzeiro se classificar à decisão do Estadual. A outra semifinal será disputada entre América e Atlético-MG, no Independência. O jogo será no domingo (17) e o Galo pode perder o clássico por até um gol de diferença, já que venceu a ida por 2 a 0.

Comentários estão fechados.