Joia desperdiçada pelo Cruzeiro é considerada a maior do Brasil desde Neymar

O Cruzeiro deu mole nas categorias de base, perdeu talento do futebol brasileiro e agora está vendo a joia despontar aos 17 anos, já tendo sido negociado ao Chelsea, da Inglaterra. Considerado o maior nome do Brasil desde Neymar, Estevão deixou a Raposa no final de 2019 e está no Palmeiras, onde virou titular e mostra dia após dia as razões de ser considerado uma joia.

Aos 17 anos, Estevão não sente o peso da pouca idade e está tendo grandes atuações dentro de campo. No empate do Palmeiras contra o Grêmio na quinta-feira (4), o jovem acertou belo chute de fora da área e marcando um golaço. Após o confronto, o técnico Abel Ferreira não poupou nas palavras e rasgou elogios ao jovem.

“Desfrutem enquanto ele está conosco. É o que eu posso dizer. É um moleque que tem magia dentro dele, espero que continue com esse espírito de atacar e defender, que nos ajude a ganhar jogos, é por isso que pagaram o valor que pagaram por ele, portanto, há coisa que não conseguimos fazer. Realmente poderíamos ter aqui uma geração espetacular, construir uma equipe de ouro, mas infelizmente os euros e as libras falam mais alto, e vamos desfrutar”, disse Abel Ferreira.

O jornalista esportivo Milton Neves, de 72 anos, comparou a joia Estêvão, de 17 anos, com Neymar, Ronaldo e Ronaldinho. “Gente, de verdade, eu estou espantado! O início dele é comparável aos de Neymar, Ronaldo Fenômeno e Ronaldinho Gaúcho. A atuação dele hoje diante do Grêmio foi digna de um craque!”, disse Milton.

Participe agora do nosso grupo exclusivo do Whatsapp, Telegram ou acesse nossas comunidades.

O Palmeiras já fechou a negociação com o Chelsea, onde o clube paulista pode receber até 61,5 milhões de euros (R$ 358 milhões) pela negociação, sendo 45 milhões de euros (R$ 262,1 milhões) fixos, e 16,5 milhões de euros (R$ 96,1 milhões) em metas esportivas.

Comentários estão fechados.