Jogadores com mais partidas disputadas na história do Cruzeiro

Não é segredo para ninguém que Fábio é o jogador que mais vezes entrou em campo para defender as cores da camisa do Cruzeiro. Ao todo, o eterno ídolo celeste disputou 976 jogos pela equipe e conquistou 13 títulos Campeonato Brasileiro:(2013 e 2014), Copa do Brasil: (2000, 2017 e 2018), Campeonato Mineiro: (2006, 2008, 2009, 2011, 2014, 2018 e 2019) e Torneio de Verão do Uruguai: (2009). 

O segundo lugar na lista de jogadores com mais partidas pelo Cruzeiro pertence a José Carlos Bernardo, volante que disputou 633 jogos pela Raposa. Zé Carlos, como é conhecido, conquistou a Taça Brasil de 1966 e a Copa Libertadores de 1976. 

Veja o Top-10 de jogadores com mais partidas pelo Cruzeiro

Em seguida, fechando o Top-3 está Dirceu Lopes, o Príncipe. O eterno camisa 10 do Cruzeiro tem 610 jogos pelo clube, com 228 gols marcados. Além de ser o terceiro com mais partidas pelo clube, é também o segundo jogador com mais gols na história da Raposa. 

Piazza, eterno capitão celeste, está em quarto lugar na lista, com 566 jogos disputados. O ex-jogador foi campeão Brasileiro de 1966 e conquistou também a Libertadores de 1976, além de nove edições do Campeonato Mineiro. 

O goleiro Raul Plassmann é o quinto no ranking. O arqueiro defendeu a meta celeste em 577 jogos e foi campeão em seis oportunidades. Vale lembrar que Plassmann que inaugurou a camisa amarela no gol da Raposa. O uniforme seria eternizado por Fabio anos mais tarde.

Participe agora do nosso grupo exclusivo do Whatsapp, Telegram ou acesse nossas comunidades.

O sexto lugar pertence a Eduardo Amorim, que tem 566 partidas pelo Cruzeiro. Pela equipe celeste, foi campeão da Libertadores de 1976 e do Campeonato Mineiro em seis ocasiões. Logo em seguida está o lateral Vanderlei Lázaro, com 538 jogos disputados. 

O oitavo lugar da lista pertence a Henrique, volante que marcou época no Cruzeiro. Ao todo, foram 524 jogos com a camisa celeste e alguns títulos marcantes, como o bicampeonato do Brasileirão e o bi da Copa do Brasil. 

Em nono lugar, Joãozinho, autor do gol do título da Libertadores de 1976. Ele tem 485 jogos pelo Cruzeiro e é o nono maior artilheiro da história do clube, com 119 gols marcados. Por fim, para encerrar o Top-10: Palhinha. O jogador fez 457 jogos pela Raposa e marcou 156 gols. O ápice foi na Libertadores da década de 1970, quando marcou 13 gols na campanha do título.

Comentários estão fechados.