Janela da bola fechou ontem (31) no Qatar e Ronaldo respirou aliviado

O empresário Ronaldo Fenômeno, gestor da SAF do Cruzeiro com 70% das ações, finalmente vai poder tranquilo. A janela de transferências da Europa e do Oriente Médio fechou ontem (31), impedindo que jogadores importantes do Cabuloso sejam comprados de última hora.

Com quatro competições para disputar em 2024, o Cruzeiro quer montar um elenco forte e competitivo para bater de frente contra os adversários. Temendo perdas de última hora, o Cabuloso está respirando mais aliviado com o fechamento da janela de transferências.

Em entrevista coletiva recente, o diretor de futebol Pedro Martins foi enfático ao contar que o clube não vai vender jogadores a todo custo. Depois de anos com dificuldades financeiras, o clube vai poder em 2024 exigir melhores condições dos rivais em negociações.

“Sobre as propostas, a gente tem falado ai que nosso objetivo é ter um equipe mais forte, e não mais fraca, então para a gente só vai fazer sentido se for um valor extremamente relevante, se não a gente não abre nem conversa. O Cruzeiro está olhando principalmente em manter seus principais jogadores e trazer jogadores que aumentem o seu nível competitivo e não o contrário. Então se teve clube que ficou ligando direto para jogador ai, as vezes vale o sinal que vale também falar com o clube que ele tem contrato, por que senão não adianta”, disse Martins na época.

Participe agora do nosso grupo exclusivo do Whatsapp, Telegram ou acesse nossas comunidades.

Até o momento o Cruzeiro realizou seis contratações: Léo Aragão (goleiro), Zé Ivaldo (zagueiro), Lucas Romero (volante), Rafa Silva (atacante), Gabriel Verón (atacante) e Juan Dinenno (atacante). Dos recém chegados, Romero e Verón ainda não foram relacionados para as partidas. O primeiro vem fazendo preparação especial, enquanto o segundo está no DM se recuperando de lesão no pé.

Comentários estão fechados.