Ídolo mundial abre o jogo e revela ajuda para Ronaldo Fenômeno

A Copa do Mundo de 1998, sempre que lembrada, causa uma certa dor e frustração. Dentre as várias polêmicas daquele período, a convulsão de Ronaldo Fenômeno antes da final contra a França foi a mais marcante.

Em entrevista ao programa The Noite, do SBT, o ex- jogador Edmundo, que estava presente na Copa de 1998, revelou que salvou a vida de Ronaldo. “Fui ao banheiro e vi ele passando mal. Ele estava roxo, com a língua enrolada…. Eu falo para ele (Ronaldo): “um pedaço da sua fortuna, você deve a mim”, disse.

Edmundo ainda comentou sobre as várias teorias da conspiração que surgiram após a derrota da seleção brasileira na final da Copa contra a França. Ele seria o substituto imediato de Ronaldo, porém um pouco antes de começar a final, Ronaldo se apresentou pronto para jogar.

“Uma coisa que eu aprendi é a respeitar os mais velhos. E respeitei o seu Zagallo, mas ele errou feio (…) Se venderam [a Copa], eu não sei, porque a minha parte eu não recebi. Tem coisas que a gente não sabe. Eu estava lá. Você acha que, se eu soubesse de alguma coisa, não teria contado?!”, falou o ex-atacante.

Versão de Ronaldo

Fenômeno comentou sobre a convulsão e garante não ter se arrependido de ter jogado a final. “Depois de muito tempo, eu continuo pensando que fiz a coisa certa: ter sido corajoso de querer jogar, mesmo sem saber o que poderia acontecer. Mas eu já estava garantido que não tinha nada de grave”, comentou em entrevista ao programa “Conversa com Bial”.

O ex-camisa 9 ainda comentou sobre a teoria da conspiração que o Brasil teria vendido a Copa. “Foi horrível. Palhaçada. Falaram que nós vendemos a Copa para o Governo da França, que a Nike fez não sei o que com a Adidas. Umas teorias, umas coisas mais loucas. E não fica no âmbito do torcedor, não. Vai para imprensa, para a TV, para uma CPI. Olha o absurdo”, disse no podcast Flow.

- Publicidade -

Deixe uma resposta

Seu endereço de email não será publicado.