Ídolo do Cruzeiro vira a casaca e faz discurso contra o clube

O ex-jogador e ídolo do Cruzeiro, Fábio, hoje no Fluminense, voltou ao Mineirão pela primeira vez após sair do clube no início do ano. No túnel de acesso para o campo, o goleiro fez um discurso inflamado antes da bola rolar.

“Não é porque é decisão, não, rapaziada. Nós não negociamos nossos princípios, de correr até o final, de passar da linha da bola, de todas as divididas serem nossas. Isso nós não negociamos. Temos que vir aqui e dar nosso máximo para sair com a classificação. Não interessa o adversário, não interessa quem está lá do outro lado. Interessa o que a gente vai fazer”, discursou.

Em entrevista ao Arena SBT, do SBT/Alterosa, em maio, o goleiro de 41 anos disse que a renovação já estava apalavrada com o Cruzeiro. “Eu já tinha renovado com o Cruzeiro, com o presidente atual, antes de viajar de férias. Faltaram detalhes de como ia ser feito o contrato, mas tem até foto minha com o presidente, com a camisa de 1 mil jogos, poderia alcançar essa marca neste ano de 2022”, disse.

O jogador também disse que fez o possível para continuar. “Abri mão de tudo que poderia. Abaixei o salário, diminuí até para abaixo do teto, porque eu já sabia quanto os outros que foram contratados iriam ganhar. Fiz de tudo, só a forma como agiram comigo não foi correta. Falam muitas coisas, comportamento difícil… Se eu fosse difícil, não teria ficado 18 anos.” falou o goleiro.

Passagem no Cruzeiro

Pelo Cruzeiro, Fábio fez 976 partidas, sendo o jogador que mais defendeu o clube na história. Além disso, conquistou os seguintes títulos:

  • Copa do Brasil: 2000, 2017 e 2018
  • Campeonato Mineiro: 2006, 2008, 2009, 2011, 2014, 2018 e 2019
  • Campeonato Internacional de Verano: 2009
  • Campeonato Brasileiro: 2013 e 2014

- Publicidade -

Deixe uma resposta

Seu endereço de email não será publicado.