Ídolo do Cruzeiro se defende após ser acusado de “furar a fila” em ponto comercial

A torcida do Cruzeiro acordou neste domingo (25) com a notícia que ídolo do clube se envolveu em polêmica ao “furar a fila” em ponto comercial. A situação aconteceu com o ex-jogador Rafael Sóbis, bicampeão da Copa do Brasil em 2017 e 2018, que foi cobrado nas redes sociais e precisou se defender das acusações.

Pelo X, antigo Twitter, um torcedor do Internacional fez cobrança ao ex-jogador, que teria supostamente furado fila em loja. “Prezado senhor Rafael Sóbis, o simples fato do senhor ter me dado duas Libertadores, não te dá o direito de furar fila no Espetão. Pilantra (risos)”. Em comentário de resposta, o ex-atacante explicou que havia agendado o pedido para não pegar a fila.

“Sabe o que é agendar o pedido? Pois eu fiz isso justamente para não pegar fila”, respondeu Sóbis em tom humorístico.

Aposentado do futebol desde o final de 2021, Sóbis pendurou as chuteiras atuando pelo Cruzeiro na Série B. Com carreira multivitoriosa, o ex-jogador atuou também por Betis-ESP, Al-Jazira-EAU, Tigres-MEX, Fluminense e Ceará. Pelo Cruzeiro o atacante conquistou as Copas do Brasil (2017 e 2018) e um Campeonato Mineiro (2018). 

Participe agora do nosso grupo exclusivo do Whatsapp, Telegram ou acesse nossas comunidades.

Quando anunciou aposentadoria, Sóbis publicou mensagem pelas redes sociais aos torcedores. “Ontem chegando no estádio tive a sensação que seria meu último jogo, não avisei o clube, não avisei familiares, apenas dois ou três companheiros próximos de mim naquele momento”, disse o ex-jogador em pronunciamento.

“Não sei explicar, apenas senti. O estádio lotado, e os 3 pontos garantindo a permanência, me deram a certeza que era a hora. E assim o fiz. Para surpresa de muita gente. Muito obrigado ao Clube, companheiros e torcida por me abraçarem na minha decisão”, finalizou.

Comentários estão fechados.