Guardiola mostrava vídeos do Cruzeiro para seus jogadores

Considerado por muitos o melhor treinador do futebol mundial, Pep Guardiola, técnico do Manchester City que completa 51 anos hoje, é apaixonado pelo futebol brasileiro, e utilizava de vídeos de equipes do Brasil, durante sua passagem pelo Bayern de Munique, da Alemanha.

Como jogador, Pep passou a maior parte de sua carreira no Barcelona, ganhou a primeira Champions League da história do clube catalão e o tetracampeonato consecutivo do Campeonato Espanhol. Pela seleção da Espanha, disputou a Copa do Mundo de 1994 e a Euro de 2000.

Mas foi como técnico que Guardiola fez a maior parte de sua história, como comandante do Barcelona, encantou o mundo com seu modelo de jogo, coletivo, de troca rápida de passes. Conquistou um triplete pela equipe no ano de 2009, e em 2012, deixou a Espanha, com 14 títulos, recorde na história do clube.

No Bayern, também conquistou todos os torneios possíveis, e em 2016, assumiu o Manchester City, seu atual clube. Com o clube inglês, o técnico espanhol, já conquistou tudo da Inglaterra, e vai em busca da inédita conquista da Champions League para os “Citizens”.

Segundo o lateral Rafinha, nos tempos em que o atleta trabalhou com Pep Guardiola, o comandante utilizava gravações de clubes brasileiros, dentre eles, o Cruzeiro.

“Cansou de mostrar em preleção vídeo de jogo do Brasil. Porque ele pegava uma jogada que a bola saía do lateral-direito para chegar no lateral-esquerdo. A bola começava na direita, ia para um zagueiro, depois para outro zagueiro e depois para o lateral. Essa transição passou por quatro jogadores e perdeu tempo.

Ele acompanhava bastante também o Cruzeiro. Não era uma crítica dele, mas o futebol brasileiro é assim. É difícil ver um lateral virando uma bola, aqui na Europa é muito mais rápido”

Recentemente o treinador multicampeão também revelou que deseja treinar uma seleção, e demonstrou paixão pela Amarelinha.

“Quando você consegue isso e ainda é campeão, nossa, é genial. Mas lembro do Brasil de Pelé também, de Garrincha, o Brasil sempre foi pioneiro no futebol e sempre vai ser. Quando um jogador para, vem cinco que são melhores ainda que o anterior. Tive muita sorte de ser companheiro e treinar muitos brasileiros. São pessoas que amo”

- Publicidade -

Deixe uma resposta

Seu endereço de email não será publicado.