Grupo City está disposto a abrir mais um poço de petróleo para tirar jogador do Cruzeiro

O Grupo City, dono do Manchester City, na Inglaterra, e do Bahia, no Brasil, está com desejo de ter mais um jogador importante e quer abrir mais um poço de petróleo para tirar jogador do Cruzeiro. Ronaldo Fenômeno, gestor da SAF Celeste, está de olho na situação e aguarda investida para começar as negociações.

A sede do Grupo City é pelo lateral-esquerdo Marlon, que está no Cruzeiro desde o o começo de 2023, tem contrato até o final de 2024 e não chegou a um acordo para renovar o vínculo. Com conversas paralisadas, o jogador de 26 anos poderia assinar um pré-contrato em julho para sair de graça ao final da temporada.

Considerado um dos melhores do Brasil na posição, Marlon está recebendo várias sondagens de clubes no país após não chegar a acordo para renovar o vínculo atual. De acordo com informações apuradas dos bastidores do Bahia, a equipe prepara uma proposta milionária tentadora para tirar o lateral do Cabuloso, que está feliz em Belo Horizonte, mas quer ser mais valorizado.

Em entrevista recente, Marlon comentou da renovação com o Cruzeiro. “As negociações estão um pouquinho travadas, porque tem que ajustar uma coisinha ou outra”, disse ao ge. O desejo é mútuo, tanto do Cruzeiro quanto meu. Tem alguns fatores que temos que analisar. Eu estou muito feliz no Cruzeiro. O meu empresário está tratando da situação.”, completou.

Participe agora do nosso grupo exclusivo do Whatsapp, Telegram ou acesse nossas comunidades.

O Cruzeiro enfrenta o Uberlândia neste sábado (2 de março), no Mineirão, às 16h30, pela oitava rodada do Campeonato Mineiro. Para a partida mais de 20 mil ingressos foram vendidos antecipadamente.

Comentários estão fechados.