Goleiro Bruno era vendedor de picolés antes da fama

O goleiro Bruno, que atualmente cumpre pena em regime aberto, está com 39 anos e teve carreira interrompida após ser condenado pela morte da modelo Eliza Samúdio. O ex-jogador era um dos melhores na posição no Brasil e estava atuando pelo Flamengo, mas também teve passagens pelo Atlético-MG e Corinthians.

Bruno foi condenado a 23 anos e um mês por homicídio, ocultação de cadáver, sequestro e cárcere privado de Eliza. Ele foi para o regime semi-aberto em 2018 e está em liberdade condicional desde janeiro de 2023.

Antes da fama, Bruno teve vida difícil e vendeu picolés e descarregou carretas para ajudar na renda da casa. Filho de pais separados, o ex-jogador optou por não conhece-los depois da fama e afirma até hoje em dia que a sua avó e é mãe de verdade.

“Minha mãe é a dona Estela. É minha velhinha e a quem eu devo tudo. Estou com ela sempre”, disse em entrevista em 2006, quando apareceu para o futebol braseiro. Bruno estava cotado para entrar na lista de convocados para a Copa do Mundo de 2010.

Cruzeiro tem até o começo de março para contratar jogadores

O Cruzeiro ainda está ativo no mercado de transferências para dar o melhor elenco possível ao técnico Nicolás Larcamón, tendo até o dia 7 de março para inscrever novos jogadores. Até o momento, oito jogadores fora anunciados oficialmente e um nono está a caminho.

Participe agora do nosso grupo exclusivo do Whatsapp, Telegram ou acesse nossas comunidades.

Léo Aragão (goleiro), Lucas Vilalba (zagueiro), Zé Ivaldo (zagueiro), José Cifuentes (volante), Lucas Romero (volante), Rafa Silva (atacante), Gabriel Verón (atacante) e Juan Dinenno (atacante) foram os nomes anunciados pelo clube. Álvaro Barreal tem negociações encaminhadas e pode vir por empréstimo vindo do FC Cincinatti, dos Estados Unidos.

Comentários estão fechados.