Galvão Bueno ficou enlouquecido com o que fizeram no Galo

O narrador Galvão Bueno, histórico jornalista esportivo brasileiro, ficou enlouquecido ao saber o que fizeram com o treinador Felipão no Atlético-MG. Demitido nesta quarta-feira (20) após não conseguir fazer o time render como esperado, o treinador teve ao seu lado um grande companheiro que colocou toda a culpa na diretoria do Galo.

Em avaliação da demissão, Galvão Bueno afirmou que a atitude da diretoria do Galo foi uma grande falta de respeito com o treinador de 75 anos. “O dia hoje começou com a notícia da demissão do Felipão do Atlético Mineiro. Eu vi vários aspectos aqui. Eu não consigo entender. Eu tenho certeza absoluta, e quando eu digo certeza absoluta é porque fui nas fontes, que se o Rodrigo Caetano continuasse lá, como diretor de futebol, isso não teria acontecido. Boa sorte para ele na Seleção Brasileira”, iniciou Galvão.

Sem concordar com a atitude do Galo, Galvão revelou como funcionam as decisões do clube, onde cinco dirigentes foram conselho e se a maioria decidir a decisão é tomada. Na demissão de Felipão, o placar foi de 3 a 2 para mandar o técnico embora.

“Mas vamos para o lado do técnico. Ele entregou o que foi fazer no Atlético Mineiro. Começou mal, nove jogos sem vitórias, mas olha só: levou o Atlético Mineiro para a terceira colocação do Campeonato Brasileiro, brigando pelo título até o final. Colocou o Atlético Mineiro na fase de grupos da Libertadores. Jogou jogos importantes, com grandes vitórias, com alguns grandes momentos. Está bom! Perdeu dois jogos para o Cruzeiro na nova arena do Atlético, mas o Atlético foi o terceiro do Campeonato Brasileiro. Então, ele entregou”, acrescentou Galvão.

Participe agora do nosso grupo exclusivo do Whatsapp, Telegram ou acesse nossas comunidades.

Classificado para a decisão do Campeonato Mineiro, onde vai decidir contra o Cruzeiro o título nos dias 30 de março e 6 de abril, o treinador teria sido demitido no momento errado segundo opinião de Galvão.

Comentários estão fechados.