Fortaleza pediu R$ 7,5 milhões e Cruzeiro decidiu pagar só 4 para contratar Tinga

O Cruzeiro fez um grande esforço no mercado da bola pela contratação do lateral-direito Tinga. Em nada custa lembrar que o jogador esteve muito perto de acertar sua vinda ao time mineiro, mas aceitou uma oferta feita pelo Fortaleza e renovou seu contrato com o clube até o final do ano que vem. 

À época, o Cruzeiro chegou a apresentar uma proposta de R$ 4 milhões pelo lateral. No entanto, o clube cearense estaria disposto a conversar apenas com uma oferta na casa de R$ 7,5 milhões. Com isso, as negociações não foram adiante e o jogador renovou seu contrato com o Tricolor.

O presidente Marcelo Paz e o técnico Vojvoda foram os responsáveis por ajustar a manutenção do atleta. No novo acordo com o Fortaleza, Tinga recebeu uma valorização salarial. O valor, aliás, é maior do que o jogador receberia em caso de um acerto com o Cruzeiro. 

Cruzeiro esquece Tinga e assinou com lateral-direito

No início deste ano, o Cruzeiro acertou a renovação contratual com o lateral-direito William. O novo vínculo com a Raposa será válido até dezembro de 2026. Vale dizer que o jogador tem sido um dos grandes destaques desde que chegou ao clube.

Participe agora do nosso grupo exclusivo do Whatsapp, Telegram ou acesse nossas comunidades.

Ainda em tempo, o Cruzeiro voltará a campo no próximo final de semana, em jogo da quinta rodada da Série A do Brasileirão. No sábado (4), a Raposa enfrentará o Internacional, no Mineirão, a partir das 21h. O duelo ficará marcado pelo primeiro encontro da torcida com Pedro Lourenço, após o empresário se tornar o dono da SAF do clube. 

Comentários estão fechados.