Foi destaque recente do Cruzeiro na Copinha e agora está em time sem divisão

O Cruzeiro vem fazendo um grande trabalho nas categorias de base depois da chegada da SAF, comandada por Ronaldo Fenômeno, chegou a grande decisão na edição de 2023 e agora está vendo que destaque de edição recente formada no clube era visto como uma promessa do futebol, mas agora está atuando em time sem divisão nacional.

A complicada situação é a do atacante Rick Sena, que jogou a edição de 2016 da Copinha pelo Cruzeiro. O garoto era um principais destaques da equipe celeste, que acabou eliminado na semifinal perdendo para o Corinthians por 2 a 1. Após ter boas performances, Rick teve o contrato renovado com o clube, mas acabou não conseguindo ter espaço.

Com grande elenco na época, o Cruzeiro tinha muitas opções de ataque, inviabilizando espaço para Rick Sena. Rafael Sóbis, Ramón Ábila, Rafael Marques, Sassá e Raniel eram as opções de Mano Menezes naquele período.

Cedido ao Marítimo, de Portugal, para dar volta na carreira, Rick já teve passagens por Covilhã e Alverca e no Villa Nova, de Minas Gerais. De volta ao Brasil o jogador atuou também por Academia-MT, União Carmolandense e CA Patrocinense até chegar ao Porto Vitória-ES, que está sem divisão nacional.

Participe agora do nosso grupo exclusivo do Whatsapp, Telegram ou acesse nossas comunidades.

Rick Sena foi batizado em homenagem a um dos maiores ídolos do esporte brasileiro: Ayrton Senna. O pai do jogador era fã do piloto e resolveu prestar a honraria. O filho também foi para o caminho do esporte, mas não conseguiu o espaço almejado e esperado na elite do futebol.

Comentários estão fechados.