Final do Mineiro entre Cruzeiro e Atlético ganha novo capítulo polêmico

Cruzeiro e Atlético-MG estão no exterior para disputar partidas da Sul-Americana e Libertadores, respectivamente, nesta quinta-feira (4), mas não deixaram de lado a decisão do Campeonato Mineiro, que acontece domingo (7), no Mineirão, e ficaram sabendo que a decisão ganhou novo capítulo polêmico três dias antes do jogo decisivo.

Para a partida, a Federação Mineira de Futebol (FMF) escalou Flávio Rodrigues de Souza, famoso por expulsões e gol anulado polêmico. O árbitro apitou clássico em 2019, pelas quartas de final da Copa do Brasil, que teve vitória do Galo por 2 a 0, mas classificação celeste por ter vencido o jogo de ida por 3 a 0. Na atuação, o árbitro ficou marcado por duas expulsões e gol anulado após análise do VAR.

Na partida, aos 20 minutos do segundo tempo, quando o placar marcava vitória atleticana por 1 a 0, o atacante David, que jogava no Cruzeiro, fez gol de empate e comemorou tirando a camisa e a apontando em direção à torcida do Galo. Alejandro, do Galo, não gostou e foi reclamar. A situação gerou briga geral, onde os dois acabaram sendo expulsos e posteriormente o gol foi anulado.

Participe agora do nosso grupo exclusivo do Whatsapp, Telegram ou acesse nossas comunidades.

Para 2024, a expectativa é que o árbitro consiga apitar com tranquilidade, já que no jogo de ida, com empate por 2 a 2, na Arena MRV, jogadores reclamaram do comportamento de Felipe Fernandes de Lima, que teria sido desrespeitoso com os atletas. O Cruzeiro tem a vantagem do empate para ser campeão e já tem mais de 60 mil ingressos vendidos antecipadamente.

Comentários estão fechados.