Felipão decidiu causar discórdia na torcida do Galo

O técnico Felipão, do Atlético-MG, começou a temporada de 2024 em baixa, sem conseguir o bom desempenho da equipe da reta final do Brasileirão e está sendo cobrado pelos torcedores, que exigem a sua saída imediata. Querendo comprar briga e causa discórdia, o treinador resolveu escalar jogador contestado que fez os atleticanos irem a loucura.

Para a partida contra o Ipatinga, neste sábado (2), na Arena MRV, às 16h30, Felipão está planejando escalar o atacante chileno Vargas entre os titulares. Contestado por todos depois de um longo período sem jogar bem, o jogador tem contrato até o final de 2024. Marcado por muitas lesões, o jogador só disputou 31 partidas em 2023, sendo apenas 13 como titular.

Sem espaço na equipe, Vargas estava negociando saída para ir ao Fortaleza, que decidiu não avançar nas conversas após entender que o jogador não estava valendo o investimento exigido. O salário alto exigido pelo jogador também freou a vontade de equipe cearense em realizar a contratação.

Em baixa no Galo, Felipão discutiu com torcedor no desembarque do elenco em Confins após empate. A atitude repercutiu negativamente entre os torcedores e também internamente no clube. Sem pedir desculpas aos torcedores, a ação do técnico pegou mal com a direção do clube.

Participe agora do nosso grupo exclusivo do Whatsapp, Telegram ou acesse nossas comunidades.

Felipão está no Atlético-MG desde junho de 2013, quando assumiu o lugar de Eduardo Coudet. O técnico começou mal, passou 10 jogos sem vencer, mas deu a volta por cima e deixou a equipe na zona de classificação da Libertadores.

Comentários estão fechados.