Ex-presidente do Cruzeiro pode ser expulso do Conselho Benemérito

O conselho do Cruzeiro se reunirá no dia 7 de fevereiro para votar a possível expulsão do ex-presidente Wagner Pires de Sá do quadro social do clube.

Wagner foi presidente da equipe durante os anos de 2018 e 2019, no período a frente do cargo, conquistou o bi-campeonato da Copa do Brasil, mas abdicou da presidência após investigação da Polícia Civil por crimes de apropriação indébita, falsidade ideológica, associação criminosa e lavagem de dinheiro.

De acordo com o edital de anúncio da reunião, o evento tem horário marcado para as 19h, no no Parque Esportivo do Barro Preto, na Região Centro-Sul de Belo Horizonte.

Tal votação já havia sido marcada ainda em outubro de 2021, mas teve de ser adiada com a justificativa de que as diligências finais do processo pudessem ser conduzidas, evitando assim uma futura judicialização da questão.

O pedido de expulsão, partiu do atual presidente da Raposa, Sérgio Santos Rodrigues, em 2020. O pedido é baseado em documentos cedidos ao Comitê de Ética, Disciplina e Corregedoria do clube. 

Gestão Wagner Pires de Sá (2018-2019)

Mesmo no curto período de dois anos, o presidente Wagner Pires de Sá, e seu vice Itair Machado, marcaram sua gestão como a pior da história do Cruzeiro, e uma das mais prejudiciais do futebol brasileiro.

No tempo em que ficaram no comando da direção, a dívida da Raposa que já chegava aos R$400 milhões, após aumentos absurdos de salários, comissões, terceirização de serviços e utilização indevida de cartões corporativos, passou a ser de R$1 bilhão.

A empresa Kroll, especializada em consultoria de riscos e recuperação judicial, contratada pelo clube, apresentou relatórios que demonstravam despesas 53% maiores que a da gestão anterior, a de Gilvan Pinho Tavares, em 2016-2017.

Wagner é réu desde 2020 por denúncia do Ministério Público de Minas Gerais, assim como Itair Machado e Sergio Nonato, ex-diretor geral. De acordo com o MPMG, o roubo dos cofres foi estimado em R$6,5 milhões.

- Publicidade -

Deixe uma resposta

Seu endereço de email não será publicado.