Ex-meia de Cruzeiro e Inter está infeliz e pode ficar livre no mercado

Após derrota no clássico contra o São Paulo por 2×1, o Santos perdeu a liderança do Brasileirão 2022. Além do descontentamento com o resultado negativo, o meia Ricardo Goulart demonstrou insatisfação com o técnico do Peixe, Fabián Bustos. Goulart ficou de fora dos titulares da equipe e em entrevista após a partida, não teve medo de criar polêmica.

‘Não é comum (camisa 10 no banco de reservas). Eu vinha jogando, estou bem, meus números estão bem, mas a gente sabe como futebol é rápido, veio um treinador novo. Eu estou acostumado, joguei minha vida inteira como meia no 4-2-3-1, e nos últimos jogos atuamos no 4-4-2. Então realmente estou jogando fora de função, já falei com o treinador, está bem claro, mas ele é o treinador, o comandante, respeito a decisão dele”.

Insatisfeito no vestiário do clube paulista, o meia começou a ter seu nome especulado em outros clubes do Brasil, por onde já acumula passagens em sua carreira, como Cruzeiro, Palmeiras e Internacional.

Passagem no Cruzeiro

Pelo Cruzeiro, Ricardo Goulart foi um dos protagonistas do bi-campeonato brasileiro em 2013 e 2014. Em parceria com Everton Ribeiro, o meia conquistou diversos prêmios individuais e marcou seu nome na história do clube mineiro.

No total, foram 106 partidas e 38 gols marcados. Em janeiro de 2015, Goulart foi vendido ao Guangzhou Evergrande, por um valor de R$24 milhões. Após os rumores, a torcida do Cruzeiro repercutiu sobre a possível volta do ídolo, que se encaixaria como o camisa 10 perfeito para o elenco de Paulo Pezzolano.

Passagem Pelo Internacional

No início de 2022, a diretoria do Internacional procurou por informações sobre Ricardo Goulart. Na época, Ricardo não tinha fechado com o Santos e estava sem clube após rescindir com o Guangzhou Evergrande.

De acordo com o Vozes do Gigante, o Colorado chegou inclusive a realizar uma oferta, de R$ 600 mil mensais para o jogador, no entanto, Goulart optou por atuar no Alvinegro Praiano.

Revelado pelo Santo André, o meia já atuou no Inter, em 2011. Sob o comando de Paulo Roberto Falcão, Ricardo Goulart chegou inclusive a participar do jogo entre Internacional x Peñarol. Na ocasião, a equipe gaúcha acabou eliminada da Libertadores após ser derrotada por 2×1 no Beira-Rio.

- Publicidade -

Deixe uma resposta

Seu endereço de email não será publicado.