Ex-goleiro Gomes ataca em nova profissão e aparece no Atlético

Gomes foi um dos grandes goleiros que passou pelo Cruzeiro. Aliás, ele foi o guarda-redes celeste em 2003, na histórica campanha da Tríplice Coroa da Raposa. Naquele ano, o time mineiro levantou as taças do Estadual, da Copa do Brasil e da Série A do Brasileirão

Gomes já pendurou as luvas, é claro, mas ainda segue atuando nos bastidores do futebol. Atualmente, o ex-goleiro agencia alguns atletas. Tanto assim que esteve no Independência no último sábado (24), onde assistiu o empate por 1 a 1 entre América e Atlético-MG, pela sétima rodada do Estadual. 

Como mencionado, Gomes ainda atua no mundo do futebol. Ídolo do Cruzeiro, o ex-goleiro é responsável por comandar a carreira do atacante Adyson, do América, e também do garoto Alisson, cria da base do Galo. O jovem, inclusive, fez sua estreia como titular do Atlético no último sábado.

A carreira de Gomes após deixar o Cruzeiro

Gomes surgiu para o futebol ao defender as cores do Cruzeiro. Titular absoluto do time de Luxemburgo em 2003, o goleiro logo ganhou projeção para a Europa. Tanto assim que deixou a Toca da Raposa e foi para o Velho Continente, onde defendeu PSV, Tottenham, Watford e Hoffenheim. Ele está aposentado desde a temporada 2019-20.

Participe agora do nosso grupo exclusivo do Whatsapp, Telegram ou acesse nossas comunidades.

Não custa dizer que Gomes também tem uma função no PSV, da Holanda. O ex-goleiro é uma espécie de embaixador da marca, ou seja, ajuda na expansão do clube e também contribui para a captação de jovens talentos. 

Na Toca da Raposa, Gomes conquistou diversos títulos. Além da Tríplice Coroa de 2003, também foi campeão da Copa Sul-Minas de 2001 e 2002, do Supercampeonato Mineiro de 2002 e Campeonato Mineiro de 2004.

Comentários estão fechados.