Ex-Cruzeiro é liberado e vai voltar a jogar futebol depois de 4 anos suspenso

Com uma breve passagem pelo Cruzeiro, o goleiro Omar Constante Reis sofreu uma dura punição e foi obrigado a interromper a sua carreira ainda em 2019. Na época, o arqueiro foi suspenso por 4 anos do futebol por doping. 

Omar foi julgado pelo tribunal de Autoridade Brasileira de Controle de Dopagem, após ser encontrada em sua urina a substância Ostarine, que previne desgaste muscular e é vetada pela Agência Mundial Antidoping. Não custa dizer que, na época, ele atuava pelo Juventude (RS).

De antemão, cumpre ressaltar a justificativa apresentada por Omar. De acordo com o atleta, ele tinha uma suplementação que tomava “rotineiramente” e estava com “contaminação cruzada”. Longe de se eximir das responsabilidades, o goleiro destacou que o assunto é uma página virada. 

“Eu fui notificado e me lembro como se fosse hoje. Mas esse período foi muito importante, um período de amadurecimento. Uma notícia extremamente ruim. Mas agora é página virada e entender que estamos de volta e vamos fazer um grande trabalho”, disse. 

Ex-Cruzeiro, Omar volta ao futebol após 4 anos suspenso

Aos 34 anos, Omar está de volta ao futebol profissional. Nesta temporada, o goleiro disputa o Campeonato Catarinense pelo Nação Araquari, estreante da primeira divisão. Vale dizer que o clube foi fundado em 2018 e é o atual campeão da Série B do Estadual. 

Participe agora do nosso grupo exclusivo do Whatsapp, Telegram ou acesse nossas comunidades.

Em sua estreia, o Nação foi derrotado pelo Avaí por 3 a 1, no estádio da Ressacada. Mesmo com a derrota, o time mostrou que pode ser competitivo no Catarinense. 

Ainda em tempo, não custa lembrar que a estreia do Cruzeiro no Estadual será na noite desta quarta-feira (24), às 19h, fora de casa, contra o Villa Nova.

Comentários estão fechados.