Ex-Cruzeiro é acusado por suposta filha de abandono e negação

Ricardo Rocha esteve no Cruzeiro durante a temporada de 2021. À época, assumiu a função de diretor técnico do clube, mas foi desligado do cargo logo após a chegada de Ronaldo Fenômeno à frente da SAF celeste. Ele fazia parte do grupo de Vanderlei Luxemburgo. 

Em sua declaração de despedida, Ricardo Rocha afirmou que cumpriu a sua missão no Cruzeiro no ano. A saber, evitar o rebaixamento celeste à Série C do Campeonato Brasileiro. Após deixar o clube, Rocha acionou o Cruzeiro na Justiça do Trabalho. Ele ficou apenas cinco meses no cargo. 

Ex-Cruzeiro, Rocha é acusado de abandonar filha

O fato é que Ricardo Rocha, que foi zagueiro campeão da Copa do Mundo de 1994 com a Seleção Brasileira, enfrenta graves acusações de abandono de sua filha Victoria Marçolla Valente, nascida de um relacionamento extraconjugal. A jovem atualmente tem 23 anos. 

Em entrevista recente ao programa Domingo Espetacular, da Record TV, Victoria expressou toda a sua mágoa e afirmou que se sente desprezada pelo pai, que, inclusive, a bloqueou nas redes sociais. A jovem ainda compartilhou trechos de uma carta que escreveu a ele, na qual disse que dinheiro não pode substituir a atenção paternal que nunca lhe foi dada. 

Participe agora do nosso grupo exclusivo do Whatsapp, Telegram ou acesse nossas comunidades.

Vale dizer que Victoria só descobriu sobre a sua paternidade no ano passado, após encontrar um teste de DNA na bolsa de sua mãe. Ricardo Rocha, no entanto, nunca chegou a ter contato com a filha. Além do claro “abandono”, o ex-diretor do Cruzeiro ainda nega o teste. Rocha foi procurado pela reportagem do programa, mas decidiu não gravar entrevista. Atualmente, ele trabalha como comentarista da Band.

Comentários estão fechados.