Everton Ribeiro vive momento desastroso e notícia chega rápido

O meia Everton Ribeiro, ídolo do Cruzeiro, deixou o Flamengo no final de 2023 e vem atuando pelo Bahia, que fez alto investimento e aposta no jogador como o líder de um grande projetado esportivo. Com muito potencial, o jogador vive momento desastroso na carreira e recebeu notícia negativa que pesa para a sequência da temporada.

No último domingo (7), o Bahia perdeu o Campeonato Baiano para o Vitória após empate por 1 a 1, na Arena Fonte Nova. O rival havia vencido por 3 a 2 o jogo de ida, no Barradão. Com time mais qualificado e caro, o Tricolor Baiano era franco favorito para levar a competição, mas decepcionou e sofre revés de peso dias antes de começar o Brasileirão.

Bicampeão do Brasileirão pelo Cruzeiro, Everton Ribeiro já tem 20 títulos na carreira, mas não conquistou outro desde 2022. O jogador almejada começar a passagem pelo Bahia com o pé direito e agora tem dúvidas sobre o trabalho do técnico Rogério Ceni. O meia não venceu as últimas cinco finais que disputou e tem retrospecto recente negativo.

Últimas finais disputadas por Everton Ribeiro:

  • Campeonato Baiano 2024: Bahia 1 x 1 Vitória;
  • Copa do Brasil 2023: São Paulo 2 x 1 Flamengo;
  • Carioca 2023: Fluminense 4 x 3 Flamengo;
  • Recopa Sul-Americana 2023: Independiente del Valle 1 (5) x (4) 1 Flamengo;
  • Supercopa do Brasil 2023: Palmeiras 4 x 3 Flamengo;
  • Libertadores 2022: Flamengo 1 x 0 Athletico.

Depois de perder o estadual, Ribeiro deu entrevista lamentando não ter conseguido por em prática os treinamentos da semana.

Participe agora do nosso grupo exclusivo do Whatsapp, Telegram ou acesse nossas comunidades.

“Acho que muito do que aconteceu foi direcionado pela última partida que a gente saiu na frente e acabou tomando uma virada, que numa final faz a diferença. A gente fez tudo durante a semana, trabalhou e fez, durante um bom tempo, um bom jogo. Só que, infelizmente, com um a menos fica muito mais difícil de ter que reverter um resultado. Mas a equipe acreditou, teve chance até o último minuto. Não tivemos medo”, disse o meia.

Comentários estão fechados.