Esta atitude do Atlético é considerada vergonhosa pelos Cruzeirenses até os dias atuais

Cruzeiro e Atlético-MG possuem rivalidade centenária recheada de motivos e provocações, mas atitude do Galo ultrapassou os limites e fez os cruzeirenses terem vergonha até os dias atuais. Sem aceitar ter torcida menor, o rival instalou caixas de som no Independência direcionadas ao setor visitante com o objetivo de calar os cabulosos, mas não conseguiram.

A situação aconteceu em 2017, na final do Campeonato Mineiro daquele ano. Quatro caixas de som foram instaladas na altura do setor Cadeira Ismênia, onde ficaram os torcedores da Raposa. A ideia era abafar os cantos dos cruzeirenses e provocar em caso de título do Galo, que acabou acontecendo no final após vitória por 2 a 1.

“Chora não, chora não, o Atlético é campeão”. Além disso, também ‘vazou’ outro teste, com o cântico “Maria eu sei que você treme” foram algumas das músicas testadas pela diretoria do Galo na época. O caso virou meme entre os cruzeirenses, que apontaram falta de força dos rivais para cantar no estádio.

Na tarde deste sábado (6), Cruzeiro e Atlético disputam o segundo jogo da final do Campeonato Mineiro, no Mineirão, para mais de 55 mil torcedores. O jogo de ida terminou empatado por 2 a 2, com gols de Bruno Fuchs e Hulk para o Galo e Jemerson (GC) e Dinenno para o Cruzeiro. O Cabuloso não vence o torneio estadual desde 2019 e quer encerrar sequência amarga de conquistar do maior rival.

Participe agora do nosso grupo exclusivo do Whatsapp, Telegram ou acesse nossas comunidades.

Ao todo, o Cruzeiro já conquistou o Campeonato Mineiro 38 vezes, contra 48 do Atlético-MG.

Comentários estão fechados.