Eduardo Brock comenta sobre final do Campeonato Mineiro 2022 entre Cruzeiro x Galo

O Cruzeiro tem pela frente mais um clássico contra o Atlético-MG, desta vez pela final do Campeonato Mineiro 2022. Ainda neste mês, os dois rivais se enfrentaram pela primeira fase do torneio, com o Alvinegro levando a melhor.

No domingo, dia 6 de março, no Mineirão, mandante deste ano, o Galo saiu vencedor por um placar de 2×1, após virada com pênalti polêmico a seu favor, e um gol nos acréscimos de Ademir, reforço do time para a temporada.

A final será realizada em jogo único, e em caso de empate, a decisão vai ser nos pênaltis. A partida acontece neste sábado, novamente no Mineirão, às 16h30.

O zagueiro Eduardo Brock, titular no último duelo entre as equipes, comentou em entrevista coletiva sobre a expectativa para o próximo confronto, e como a ausência de Paulo Pezzolano pode afetar a equipe.

“A gente trabalhou muito para chegar nessa decisão, passamos por muitas coisas para chegar até aqui. Temos que fazer uma boa semana de trabalho para conseguir reproduzir no jogo, conseguindo a melhor atuação do Cruzeiro no ano.

A chegada à final é fruto de todos, não só do Paulo. A comissão técnica tem um profissionalismo enorme, o que faz com que o grupo e a equipe cresçam. Sempre queremos ter nosso treinador a beira do campo, mas isso se torna indiferente quando temos um profissional de extrema qualidade, que é o Martín Varini.”

Cruzeiro x Atlético-MG

Assim como no ano passado, apesar da inferioridade nos nomes para o elenco, o Cruzeiro conseguiu se igualar ao rival dentro de campo. Após um primeiro tempo de chances para os dois lados, aos 24 minutos da segunda etapa, o garoto da base Vitor Roque abriu o placar para o clube celeste.

Após o gol, com a esperança de repetir o feito da última temporada e vencer o Galo pela segunda vez consecutiva, o Cruzeiro tentou se fechar. Depois de ver Hulk acertar uma bola no travessão, e inúmeras defesas de Rafael, aos 40, Hulk empatou a partida.

Autor do gol, foi Hulk quem sofreu o pênalti cometido pelo zagueiro Oliveira. Apesar da decisão instantânea do árbitro Igor Junio Benevenutto, o lance gerou discussão e dividiu opiniões entre comentaristas de arbitragem e torcedores.

Quando o empate parecia o final amargo para um Cruzeiro que se viu na liderança da partida, e para um Atlético que tinha como meta para a temporada a vitória em cima do rival, Ademir, reforço do Alvinegro para 2022, marcou o gol da vitória.

Já nos acréscimos, o atacante recebeu cruzamento de Guilherme Arana e empurrou a bola para o fundo das redes.

Deixe uma resposta

Seu endereço de email não será publicado.