É por este motivo que o Cruzeiro pode ter novos artilheiros ainda em 2024

O Cruzeiro investiu na temporada de 2024 para poder ter um time com capacidade de garantir artilheiros depois de sofrer em 2023 tendo o pior ataque entre os 20 times do Brasileirão. Com Gilberto em dificuldades, o Cabuloso espera ter novos goleadores neste ano e pode fazer novo jogadores entrar para seleto rol de personagens em 103 anos de história.

Disputando a Sul-Americana em 2024, o Cruzeiro está de volta as competições internacionais e pode emplacar de cara o 12° lugar artilheiro do clube em competições da Conmebol. Vindo do Pumas, do México, Juan Dinenno é o maior candidato a vaga de artilheiro, já que tem bom histórico e vem tendo começo positivo no clube, tendo marcado quatro gols em oito jogos.

Sem ter um artilheiro há treze anos, quando Wallyson foi artilheiro da Copa Libertadores com sete gols, os torcedores cruzeirenses admiram estas marcas desde 1976, quando Palhinha foi o artilheiro da mesma competição com 13 gols e ajudou o time a ser campeão pela primeira vez na história.

1976 – Libertadores: Palhinha, com 13 gols
1991 – Supercopa: Charles, com 3 gols
1992 – Supercopa: Renato Gaúcho, com 7 gols
1993 – Supercopa: Ronaldo, com 8 gols
1995 – Copa Ouro: Dinei, com 2 gols
1995 – Copa Master da Supercopa: Marcelo Ramos, 1 gol
1998 – Mercosul: Fábio Júnior, com 6 gols
1998 – Recopa: Geovane, com 2 gols
2008 – Libertadores: Marcelo Moreno, com 8 gols*
2010 – Libertadores: Thiago Ribeiro, com 8 gols
2011 – Libertadores: Wallyson, com 7 gols**

Participe agora do nosso grupo exclusivo do Whatsapp, Telegram ou acesse nossas comunidades.

*Ao lado de Cabañas (América do México)
**Ao lado de Nanni (Cerro Porteño)

Comentários estão fechados.