Dono de um dos maiores salários do mundo, Oscar deve promover “leilão” em seu retorno ao Brasil

O meia Oscar, atuou do único gol da Seleção Brasileira no vexame do 7 a 1, na Copa do Mundo de 2014, está atuando na China há nove anos, deve retornar ao Brasil e vai promover leilão. Aos 32 anos, o jogador tem um dos maiores salários do mundo, tem grande qualidade técnica e ainda possui muito futebol para entregar dentro de campo.

Oscar se prepara para deixar o futebol chinês quando acabar seu contrato com o Shanghai Port, em novembro. Retornando ao Brasil, os clubes brasileiros estão se movimentando nos bastidores para realizarem propostas, mas para convence-lo, terão que abrir o bolso. O Flamengo vem tendo o nome veiculado como principal concorrente na contratação, mas despistou negociações.

Aos 32 anos, Oscar optou por se afastar da elite do futebol e ir jogar na China. Agora em final de contrato, o jogador foi sondado pelo Flamengo para 2024, mas o seu destino deve ser a MLS, nos Estados Unidos.

Em entrevista recente, Marcos Braz, vice-presidente do Flamengo, negou ter negociações com o meia. “Nunca teve, nem Danilo e nem Oscar. Todo jogador que seja qualificado e que a gente possa analisar, a gente sempre analisa e vê. É muito ruim falar que não tem interesse. Você meio que desqualificar o jogador, e isso não é papel do Flamengo. O que posso falar é que nunca teve nada em relação a esses dois jogadores”, disse Braz.

Participe agora do nosso grupo exclusivo do Whatsapp, Telegram ou acesse nossas comunidades.

Oscar também está sendo sondado em equipes da Arábia Saudita, que possui mercado semelhante ao encontrado pelo jogador na China.

Comentários estão fechados.