Diretoria do Cruzeiro perde a paciência e toma decisão extrema com a CBF

Nesta segunda-feira (11), membros da diretoria do Cruzeiro foram até a sede da CBF, no Rio de Janeiro. A Itatiaia, pelo jornalista Wellington Campos, informou que o encontro foi com o presidente da Comissão de Arbitragem, Wilson Luiz Seneme, porém, o clube não informou oficialmente o motivo da visita.

O clube enviou três representantes : Gabriel Lima, CEO do clube, Pedro Martins, diretor de futebol e Victor Rios, diretor de comunicação. Apesar de não revelarem, certamente a visita foi para esclarecer algumas situações sobre o jogo do Cruzeiro, contra o Ituano.

A raposa questionou tanto o VAR, com o gol mal anulado de Edu, quanto algumas decisões em campo, do árbitro Bruno Arleu Araújo. Na sexta-feira (8), a CBF afastou os responsáveis pelo VAR no jogo. Carlos Henrique Cardoso de Souza, auxiliar do VAR, e Gilberto Corrale, observador do VAR, passarão pela reciclagem.

Após o jogo contra o Ituano, Gabriel Lima, CEO do clube, falou sobre a arbitragem. “Na verdade, para a gente é difícil acreditar que é só um erro técnico. Estamos acostumados com erros técnicos. Hoje ficou esquisito. Inadmissível o que aconteceu. A verdade é que estamos cansados. Já deu a conta. Vamos conversar na CBF para entender”, disse.

O CEO já tinha avisado que o clube queria explicações. “A gente quer escutar o áudio da sala do VAR para ver o que foi entendido e conversado naquele momento e ver o planejamento daqui para frente. Queremos saber a decisão institucional para erros não aconteceram mais”, finalizou.

Edu e Ronaldo também se manifestaram

Envolvido no lance, o atacante Edu, falou ao Premiere após o jogo. “É difícil falar de arbitragem. No meu ponto de vista é inadmissível uma pessoa errar de frente para um computador com todo o tempo do mundo”, reclamou.

Dono do clube, Ronaldo, também se manifestou, em seu perfil no twitter. “Com esse lance de difícil interpretação empatamos fora! Nada nos tira do foco. Vamos por mais, Cruzeiro”, escreveu de forma irônica.

- Publicidade -

Deixe uma resposta

Seu endereço de email não será publicado.