Daniel Alves pode ser solto e ainda receber quase R$ 1 milhão

O lateral-direito Daniel Alves está preso na Espanha desde o começo de 2023, está respondendo após ser acusado de agredir sexualmente uma mulher dentro de uma boate de Barcelona em dezembro de 2022. Em reviravolta no caso, o jogador pode ser solto e ainda receber quase R$ 1 milhão.

Para receber a grande quantia, o jogador precisa ser inocentado pela justiça espanhola. Discordando do julgamento, Daniel Alves pediu à Justiça da Espanha uma indenização no valor de 150 mil euros (cerca de R$ 800 mil na cotação atual).

Se for condenado, Daniel pode ficar preso por até 12 anos, pena máxima para o crime na Espanha. A defesa da vítima também exige uma indenização de 150 mil euros (cerca de R$ 800 mil) por sequelas físicas e psicológicas.

De acordo com os relatos publicados pela imprensa espanhola, a vítima contou no depoimento que no dia 30 de dezembro de 2022 estava na boate Sutton, em Barcelona, quando o grupo do qual fazia parte recebeu um convite para entrar numa área VIP.

Daniel havia pedido para a vítima para segui-lo até uma porta. Após entrarem, a mulher percebeu que era um banheiro. De acordo com o depoimento da denunciante, ela teria tentado sair do banheiro, mas foi impedida. Daniel teria a forçado a fazer relação sexual sem consentimento.

Participe agora do nosso grupo exclusivo do Whatsapp, Telegram ou acesse nossas comunidades.

Atualmente com 40 anos, Daniel Alves jogou por Bahia, Sevilla, Barcelona, Juventus, PSG, São Paulo e Pumas. O lateral defendeu a Seleção Brasileira nas Copas do Mundo de 2010, 2014 e 2022.

Comentários estão fechados.