Cuca não gostou nada de ver seu nome relacionado ao Cruzeiro

O técnico Cuca, que pediu demissão do Athlético-PR no último domingo (23) após tomar o empate nos acréscimos pelo terceiro jogo seguido, teve seu nome vinculado no Cruzeiro, que também perdeu na rodada, mas não gostou nada de ver seu nome relacionado a Raposa. O treinador comandou o Cabuloso entre 2010 e 2011.

Em declaração após deixar o Furacão, Cuca pediu cuidado com as informações em vinculações do seu nome. “Quanto ao Cruzeiro, as pessoas têm que tomar cuidado com o que falam. É uma matéria irresponsável, põe em cheque muita coisa, o Cruzeiro tem um treinador. Não estou saindo para ir para clube nenhum. Não tem nada de outro clube na minha vida”, disse Cuca.

Pelas redes sociais, o Athlético confirmou a saída do treinador, deixando claro que o técnico pediu para deixar o cargo. “Após a partida de ontem contra o Corinthians, o técnico Cuca solicitou a sua saída do comando técnico da equipe profissional do Athletico Paranaense. O pedido foi aceito pelo clube nesta manhã.”, publicou o Furacão no X.

Cuca treinou o Cruzeiro entre junho de 2010 e junho de 2011. Com bom início de trabalho, o treinador continuou para a temporada seguinte, mas após seis primeiras rodadas do Brasileiro e com eliminação na Libertadores, foi demitido. Ao todo foram 61 partidas disputadas, com 38 vitórias e 12 derrotas.

Participe agora do nosso grupo exclusivo do Whatsapp, Telegram ou acesse nossas comunidades.

O Cruzeiro volta a campo na próxima quarta-feira (26), contra o Athlético-PR, pela décima segunda rodada do Brasileirão, no Mineirão, às 19 horas.

Comentários estão fechados.