Cruzeiro usou carta na manga para colocar o Grêmio em uma crise ainda maior

O Cruzeiro venceu o Grêmio por 2 a 0 nesta quarta-feira (10), no estádio Centenário, pelo Brasileirão, usou carta na manga para voltar a Belo Horizonte com os três pontos e fez o adversário em crise ainda mais. Com gols de Ramiro e Arthur Gomes, a Raposa afundou ainda mais o Grêmio na zona de rebaixamento, que teme nova queda a Série B.

Ganhando espaço entre os titulares com a suspensão de Lucas Romero, Ramiro teve boa atuação e aplicou a lei do ex. Ainda no primeiro tempo, o jogador avançou ao ataque e deu cabeçada certeira deslocando o goleiro, abrindo o placar no Centenário. Ramiro foi revelado na base do Tricolor Gaúcho, foi campeão da Libertadores em 2017 e é ídolo.

Sem comemorar o gol, Ramiro deu entrevista no intervalo explicando a situação. “Tenho maior respeito pelo Grêmio, é um clube que me deu muito, mas hoje eu defendo a camisa do Cruzeiro e vou fazer de tudo pro Cruzeiro.”, disse o volante, que está na Raposa desde o ano passado e ficou fora de combate por quase um ano se recuperando de lesão no joelho.

“Acho que a gente fez um bom primeiro tempo, um primeiro tempo coletivo muito bom, fizemos dois gols muito rápidos, que nos deram um pouquinho mais de tranquilidade para jogar.”, completou o volante, que ontem marcou o segundo gol com a camisa celeste.

Participe agora do nosso grupo exclusivo do Whatsapp, Telegram ou acesse nossas comunidades.

Rasgando elogios ao jogador, Fernando Seabra falou da atuação de Ramiro, que deu conta do recado. “Então, estou muito feliz também com a atuação dele hoje, com o gol que ele fez. É um jogador que tem um espírito, tem uma capacidade de liderança no sentido de grupo. Mas, que, sobretudo, é um trabalhador honesto. Então, o êxito da equipe no jogo de hoje, com uma participação importante dele, deixa não só a comissão, mas, todo mundo que compartilha o ambiente muito feliz por ele também.”

Comentários estão fechados.