Cruzeiro tenta troca de atletas com clube paulista

Após o rebaixamento no Campeonato Paulista, a Ponte Preta busca reforços para se reestruturar. O camisa 10 do Cruzeiro, Giovanni, é um dos nomes de interesse da equipe paulista. O meia já possui uma passagem pela Macaca em 2013.

De acordo com o portal BolaVIP, o clube mineiro deseja realizar uma troca com o Alvinegro. A diretoria celeste quer contar com o atacante Lucca em seu elenco para 2022. No entanto, a Macaca não gostou da possibilidade de troca, e recuou nas conversas.

Na Ponte Preta, Giovanni fez parte do elenco que chegou a final da Copa Sul-Americana. Na época, a equipe alvinegra chegou a decisão do torneio em campanha histórica, mas acabou derrotada pelo Lanús, da Argentina. Na temporada de 2013, o meia atuou em 12 jogos e não marcou nenhum gol.

Pelo Cruzeiro, Giovanni chegou em 2020, para a primeira temporada da equipe na segunda divisão. Vivendo altos e baixos com a camisa celeste, acabou sendo emprestado para o Avaí, e retornou no ano seguinte.

Sob o comando de Paulo Pezzolano em 2022, foram 7 partidas com a camisa 10 do clube mineiro. No total, foram dois gols e uma assistência.

Cruzeiro e os Transfer-Ban

O Cruzeiro atualmente sofre com dois Transfer-Ban, e não pode reforçar seu elenco para a segunda divisão. Confira abaixo a situação das duas punições:

  • Kunty Caicedo
    O clube agora está impossibilitado de registrar atletas por consequência do não pagamento de uma dívida relacionada ao Independiente Del Valle, pela contratação do zagueiro Kunty Caicedo, ainda em 2017.

    O Cruzeiro fechou acordo em 2020 para o pagamento da dívida em 18 parcelas de R$ 625 mil. No entanto, desde o anúncio do acordo e janeiro de 2022, apenas duas parcelas foram debitadas pelo clube mineiro. Este é o segundo transfer-ban em vigor como punição ao elenco celeste.
  • Careca
    A Justiça do Acre determinou a punição ao clube mineiro nesta quinta-feira, 17 de março, devido ao não pagamento de R$900 mil ao Atlético-AC pelo empréstimo do atacante Careca. A 4ª Vara Cível de Rio Branco ainda determinou a multa de R$ 10 mil para o caso de a Raposa não cumprir com a sentença. A punição permanecerá sobre o Cruzeiro durante o período de seis meses.

- Publicidade -

Deixe uma resposta

Seu endereço de email não será publicado.