Cruzeiro sofre contra time de ídolo do Atlético-MG na Série B 2022

O Cruzeiro empatou com o Ituano, time do ex-jogador do Atlético-MG, Neto Berola, por 1×1. O jogo foi marcado pela anulação polêmica de um gol do Cruzeiro, além da expulsão do zagueiro Lucas Dias, do Ituano.

Apesar do gol mal anulado de Edu, ainda no 1° tempo, o Cruzeiro abriu o placar aos 9 minutos da segunda etapa, com Luvannor. Seis minutos depois do gol cruzeirense, o zagueiro Lucas Dias impediu que Daniel Junior finalizasse de frente para o goleiro e acabou sendo expulso de campo.

Apesar do controle do jogo por parte do Cruzeiro, principalmente depois da expulsão de Lucas Dias, o Ituano conseguiu empatar o jogo aos 33 minutos da segunda etapa, com Bernardo Schappo. O empate ficou com um gosto amargo para a raposa.

O Cruzeiro ainda permanece líder isolado da Série B, com 38 pontos. O próximo compromisso do líder é no sábado (9), no Brinco de Ouro, contra o Guarani. Logo depois, vira a chave, e enfrenta o Fluminenese, no Mineirão, em jogo válido pela Copa do Brasil.

Reclamação celeste

Após o jogo, houve muita reclamação celeste pelo gol mal anulado de Edu, ainda na primeira etapa. O treinador do Cruzeiro, Pezzolano, o CEO do clube, Gabriel Lima foram os que mais reclamaram da arbitragem.

O CEO do clube, Gabriel Lima disse não acreditar em erro técnico. “É inadmissível o que aconteceu, não dá para admitir um erro desse nível num jogo do Cruzeiro. A verdade é que a gente está cansado. Já deu. Estamos cansados”, disse.

Pezzolano foi além, e criticou também a arbitragem de campo. “Muitas jogadas que aconteceram no campo, sem sentido. Muito (cartão) amarelo para nós, sem sentido. Luvannor, você acha que Luvannor não ficaria suspenso? Ele sabe. Amarelo para Geovane, sem fazer falta, para Brock, numa falta atrás. E nenhum amarelo para eles. Já não é sem querer. Acho que é outra coisa”, questionou o treinador. 

- Publicidade -

Deixe uma resposta

Seu endereço de email não será publicado.