Fábio. Foto: Divulgação/Reprodução.

Cruzeiro reencontra o ídolo Fábio

A rodada de ida das oitavas de final da Copa do Brasil desta quinta-feira (23) terá um atrativo especial. Além de dois clássicos nacionais, São Paulo e Palmeiras, e Fluminense e Cruzeiro, a noite será marcada pelo reencontro de Fábio com a Raposa, time que defendeu por 17 anos e se aproximou da marca de 1000 jogos com a camisa celeste. 

A partida entre o Tricolor das Laranjeiras e o Cruzeiro será realizada no Maracanã, Rio de Janeiro, às 19h. O time mineiro, maior campeão da Copa do Brasil, busca o seu sétimo título. O Fluminense, por sua vez, sonha com o bicampeonato. O Cruzeiro levantou a taça em 1993, 1996, 2000, 2003, 2017 e 2018. Já o Fluminense sagrou-se campeão em 2007.

Protagonista ou coadjuvante?

Para chegar às oitavas da competição, o Cruzeiro superou, nas fases iniciais, o Sergipe, Tuntum-MA e o Remo. Esta caminhada já rendeu à Raposa uma quantia de aproximadamente R$7,6 milhões em premiações.

Atração à parte da noite, que já tem todos os requintes de uma partida memorável, será o reencontro do Cruzeiro com Fábio, jogador que mais vezes vestiu a camisa estrelada em jogos oficiais, com 976 partidas disputadas.

Os jovens cruzeirenses, que cresceram assistindo Fábio defender o gol celeste, talvez nunca o tenha imaginado com outra camisa. O jogador, de 41 anos, reencontra o Cruzeiro como adversário após 19 anos. A última vez foi em setembro de 2003, quando defendia o Vasco. 

O goleiro foi questionado sobre este aguardado reencontro, mas preferiu trazer o foco para a partida em si, sem entrar em detalhes do extracampo. Fábio deixou o Cruzeiro no início deste ano, após não renovar o contrato com a SAF do clube. 

Ao projetar como seria o jogo contra o Cruzeiro, o treinador do Tricolor, Fernando Diniz, usou a vitória da última rodada da Série A contra o Avaí de modelo e disse que precisa repetir a atuação. 

“Foi uma das apresentações mais equilibradas. Criamos e nos defendemos bem. Precisamos sempre buscar o equilíbrio. Esperamos ter essa consistência repetidas vezes”, avaliou.

- Publicidade -

Deixe uma resposta

Seu endereço de email não será publicado.