Cruzeiro recebeu R$ 400 mil pelo vice da Supercopa Feminina

O Cruzeiro perdeu para o Corinthians por 1 a 0, na NeoQuímica Arena, neste domingo (18), pela final da Supercopa Feminina, ficou com o vice-campeonato, mas recebeu R$ 400 mil em premiação. Querendo o título para consolidar o trabalho realizado na categoria, o Cabuloso precisou entender que o adversário ainda está na frente e terá um grande desafio pela frente.

Campeão da Supercopa, o Corinthians recebeu R$ 600 mil em premiação da CBF. Para a edição de 2024, a entidade máxima do futebol pagou R$ 500 mil ao vencedor e R$ 300 mil ao segundo colocado, valor 25% maior que de 2023. Em 2022, primeira edição do torneio, as duas equipes que disputavam a final não receberam valores.

Na partida, o Cruzeiro teve um gol anulado pelo VAR que gerou polêmicas. Em entrevista após a decisão, o gestor Ronaldo Fenômeno criticou a decisão, mas disse entender por ser da regra.

“Eu acho que a regra ela é muito ruim, nesse sentido. Você vê que é uma jogada com uma posição natural de ataque, e se fosse ao contrário, se fosse uma bola rebatida e batesse na mão e no cotovelo da zagueira do Corinthians, numa posição natural, não seria pênalti. Isso penaliza a jogada de ataque, é regra, respeitamos”, afirmou Fenômeno.

Participe agora do nosso grupo exclusivo do Whatsapp, Telegram ou acesse nossas comunidades.

Data e horário: Domingo, 18 de fevereiro de 2024, às 10h30 (de Brasília)
Local: Neo Química Arena, em São Paulo
Árbitro:  Deborah Cecilia Cruz Correia (Fifa-PE)
Assistentes: 
Barbara Roberta da Costa Loiola (FIFA-PR) e Maira Mastella Moreira (FIFA-RS)
VAR:
 Pablo Ramon Goncalves Pinheiro (VAR-FIFA-RN)
Gols: Duda Sampaio (Corinthians)

Comentários estão fechados.