Cruzeiro pode lucrar R$1 milhão com meia que já saiu do clube

O meia Éderson, de 22 anos, que jogou no Cruzeiro entre 2018 e 2019, e atualmente joga no Salernitana, da Itália, está prestes a ser vendido para o Atalanta, por 15 milhões de euros (cerca de R$82 milhões). Por ter participado da formação do atleta, o clube tem direito a 0,79% do valor, que daria R$647 mil.

Não é a primeira vez que o clube celeste garante alguma porcentagem sobre o atleta. No começo do ano, Éderson, que ainda vestia as cores do Corinthians, foi vendido para o Salernitana, e com isso, o Cruzeiro ficou com R$350 mil.

Apesar de ter tido uma saída conturbada do clube em 2020, por ter acionado o clube Justiça do Trabalho em janeiro daquele ano, foi um dos poucos jogadores que se “salvaram” no rebaixamento. Logo depois, em fevereiro, entrou em um acordo com a Raposa e se acertou com o Fortaleza.

Entrevista para a ESPN

Em entrevista para a ESPN, em junho, Éderson fez algumas revelações ao canal. Uma das grandes chateações do atleta na época, era alguns comentários negativos que fizeram para ele, que mecheram com o jogador.

“Em relação à torcida, acaba machucando. Porque a gente está ali, se doa, dá o máximo. Depois, acabar sendo chamado de mercenário, que faz corpo mole, dói. Dizer que eu era mercenário. Eu nem recebia tanto dinheiro assim”, disse.

“Ainda nem tinha essa relação com dinheiro, estava no começo da carreira, tinha nem espaço para pensar tanto nisso. Machuca um pouco, tenho carinho muito grande pelo Cruzeiro. Ouvir isso lá no começo machucou muito”, completou.

Além disso, comentou sobre a nova fase que o clube está vivendo, com reais chances de acesso. O volante fez elogios a nova gestão cruzeirense, principalmente ao novo dono do clube, Ronaldo Fenômeno.

“Acredito que o Ronaldo sim possa trazer coisas boas, como já está trazendo. É difícil, mas já vem trazendo jogadores que queiram fazer esse compromisso, sabendo da dificuldade. Está procurando jogadores assim. Que passem momentos difíceis para depois colher os frutos”, elogiou.

- Publicidade -

Deixe uma resposta

Seu endereço de email não será publicado.