Cruzeiro pode lucrar bilhões com atacante

Nesta quarta-feira (23), o Cruzeiro estreou na Copa do Brasil 2022. No estádio Batistão, em Aracaju, o Sergipe recebeu a Raposa às 21h30, em confronto válido pela primeira fase da Copa do Brasil.

Em campo, o Cruzeiro venceu sem nenhuma dificuldade, com gols de Edu, João Paulo, Thiago e Vitor Roque (2x), a equipe bateu o Sergipe por 5×0.

Autor de dois gols na partida, e jovem promessa da equipe mineira, o atacante Vitor Roque tem ganhado diversas oportunidades com o novo treinador Paulo Pezzolano. O técnico uruguaio inclusive já revelou que não vê problema em utilizar jovens vindos da base.

Além disso, na Na Copa São Paulo, a equipe do Cruzeiro, da qual Vitor fez parte, chegou nas quartas de final, em ótima campanha, mas acabou eliminado pelo São Paulo.

Desta forma, com a sequência de atuações, o jogador de apenas 16 anos tem ganhado destaque no cenário internacional. No entanto, a multa rescisória do atleta para clubes estrangeiros, é de 300 milhões de euros, algo em torno de R$ 1,7 bilhão.

Assim, Vitor além do bom futebol apresentado no campo, pode ajudar a equipe do Cruzeiro em sua crise financeira. Na terça feira, dia 11 de janeiro, Ronaldo concedeu sua primeira entrevista como gestor do clube, e explicou a delicada situação financeira da instituição.

“O Cruzeiro tem que gastar somente aquilo que arrecada. O cenário hoje é bem complicado, com receitas de até os próximos dois anos já antecipadas e já gastas, então encontramos um cenário trágico no clube, mas temos que cuidar. O Cruzeiro é um paciente em estado grave, na UTI”.

Cruzeiro na Copinha

 O Cruzeiro terminou a Primeira Fase como líder do grupo 20, ao todo, a equipe celeste marcou 17 gols, e conseguiu manter uma sólida atuação defensiva, sofrendo apenas um gol durante todo o torneio.

Na Fase de Grupos, a equipe se manteve invicta na competição com 100% de aproveitamento.

A Raposa acabou eliminada pelo São Paulo nas quartas de final. Foi a primeira derrota do clube no torneio, que deu adeus à competição após uma bela campanha comandada por Mário Henrique.

Na equipe eliminada pelo São Paulo nas quartas de final, Denivys, Geovane, Matheus Vieira, Victor Diniz e Paulinho estouraram a idade de sub-20 e podem subir para o profissional do Cruzeiro. Os dois primeiros também tiveram grande destaque, e ganharam chances com Paulo Pezzolano no Campeonato Mineiro.

Com o ideal da redução de custos, a nova gestão da Raposa optou por não permanecer com Victor Diniz, meia que se destacou na Copa São Paulo de Futebol Júnior, com a camisa celeste.

- Publicidade -

Deixe uma resposta

Seu endereço de email não será publicado.