Cruzeiro perde para o São Paulo e está fora da Copinha

São Paulo e Cruzeiro fecharam na noite desta quarta (19), a rodada das quartas de final da Copa São Paulo de Futebol Júnior.

Apesar de duas grandes equipes se enfrentando no mata-mata da Copinha, a partida ficou marcada pelo longo período sem energia no estádio Anacleto Campanella.

Com luz e final da partida na apenas de madrugada, a equipe do tricolor paulista foi quem saiu com o sorriso no rosto, por vitória de 2×1 com direito a virada, o São Paulo segue invicto e com 100% de aproveitamento no torneio.

O Cruzeiro, que sofreu sua primeira derrota no torneio, da adeus a competição após uma bela campanha comandada por Mário Henrique.

A partida foi bem disputada como já era de se esperar, com oportunidades de gol para ambas as equipes, quem abriu o placar foi Ageu, o meia, de cabeça após cobrança de escanteio, colocou a Raposa na frente.

Aos 35 minutos, a energia acabou no estádio, e após 16 minutos, o São Paulo voltou melhor no restante da primeira etapa. Quase no intervalo, nos acréscimos do primeiro tempo, Maioli empatou para os paulistas.

Na segunda etapa, depois de um período de pressão, o tricolor virou o jogo com gol de Vitinho, que ainda contou com a sorte do desvio em Matheus, e a ajuda do travessão para colocar a bola nas redes.

A equipe de Alex, ídolo do clube mineiro como jogador, agora enfrenta o Palmeiras na Semi-Final, o Porco venceu o Oeste por 5 x 2.

Na equipe eliminada, Denivys, Geovane, Matheus Vieira, Victor Diniz e Paulinho estouraram a idade de sub-20 e podem subir para o profissional do Cruzeiro. Os dois primeiros tiveram grande destaque, e devem ganhar chances com Paulo Pezzolano.

Já Victor Diniz, um dos melhores da equipe, está emprestado para o time até o dia 31 de janeiro. O jovem atleta possui vínculo com o Paysandu, com contrato até o final de 2022.

O contrato de empréstimo de Victor Diniz com o Cruzeiro tem a opção de compra por R$ 500 mil. Caso o clube mineiro não opte por ficar em definitivo com o atleta, ainda teria o direito de 20% de vitrine por uma futura negociação dentro de um período de um ano.

- Publicidade -

Deixe uma resposta

Seu endereço de email não será publicado.