Cruzeiro não teve pena, enfiou um gol atrás do outro e depenou o Galo por 6×1

A história foi escrita e o Cruzeiro, mais uma vez, se tornou protagonista diante do arquirrival. O dia 4 de dezembro de 2011 jamais será esquecido, afinal de contas, foi na dita data que aconteceu a maior goleada de todos os tempos no clássico mineiro. 

Cruzeiro e Atlético-MG se enfrentaram na Arena do Jacaré, em jogo da última rodada da Série A do Brasileirão daquele ano. A Raposa entrou em campo com a corda no pescoço, já que lutava contra o rebaixamento; uma derrota decretaria o fim para o time celeste. 

Cruzeiro goleia o Galo e faz história

Porém, nem o mais otimista do torcedor cruzeirense poderia imaginar o que estava prestes a acontecer. O Cruzeiro goleou o Galo por 6 a 1 e, além de ter assegurado a permanência na elite do futebol nacional, cravou a maior goleada da Raposa em cima do Atlético. 

O Cruzeiro entrou em campo naquele jogo com 40 pontos, apenas um de vantagem para o Ceará, que abria a zona de rebaixamento. A tensão era evidente no estádio, mas não ficou no ar por muito tempo. 

Logo aos 9 minutos do primeiro tempo, Roger Flores marcou o primeiro da Raposa. Vale a lembrança de que ele substituiu o ídolo Montillo na partida, que estava suspenso. Aos 28 da etapa inicial, Leandro Guerreiro ampliou. O primeiro tempo ainda teve os gols do atacante Anselmo Ramon e do volante Fabrício. Ou seja, 4 a 0. 

Participe agora do nosso grupo exclusivo do Whatsapp, Telegram ou acesse nossas comunidades.

Wellington Paulista marcou o quinto aos 11 minutos do segundo tempo. Revés descontou para o Atlético. Porém, Everton, que entrou no lugar do Paulista, sacramentou o placar de 6 a 0 nos acréscimos. 

Comentários estão fechados.