Cruzeiro não teve dó e humilhou o Vasco: 14×0 no placar!

O Cruzeiro, que está em período de pré-temporada, está com sorriso de orelha a orelha ao lembrar de quando não teve dó do Vasco da Gama e aplicou goleada humilhante. Vivendo um dos melhores momentos da história do clube no século 20, o Cabuloso venceu o Cruzmaltino por 14 a 0.

Disputando a Copinha em 2024, o Cruzeiro venceu o União Mogi por 9 a 0, em partida que entrou na história como uma das grandes goleadas da competição, mas ainda ficam atrás dos 14 a 0 de 1973, quando o Cabuloso venceu o Vasco de Itapecerica da Serra, até hoje o placar mais elástico alcançando pelo clube na história da competição.

A vitória sobre o União Mogi está no top-2, já que superou os 8 a 0 aplicados contra o São José, do Amapá, em 2014. A vitória na atual competição está empatada com a do Athlético, que venceu por 9 a 0 o Sparta, de Tocantins.

A vitória do Cruzeiro em 1973 leva a marca de ser a maior goleada realizada entre todas as edição da Copa São Paulo até os dias de hoje, ao lado do duelo entre Santo André-SP 14 x 0 Santana-AP, em 2010. Com vaga encaminhada a segunda fase, o Cabuloso não sabe ainda quando acontece a primeira que acontece em formato eliminatório.

Participe agora do nosso grupo exclusivo do Whatsapp, Telegram ou acesse nossas comunidades.

O técnico do profissional, Nicolás Larcamón, está de olho nos jogadores relacionados para a Copinha para poder promove-los ao time de cima. Promessa da base, Fernando marcou três gols na partida de ontem, no estádio Nogueirão.

Comentários estão fechados.