Cruzeiro mandou tanta gente embora que quase precisou alugar uma Van

O Cruzeiro vive um ano histórico em 2024. Afinal de contas, vale lembrar que o clube mineiro passou por uma mudança em seu quadro administrativo, com a saída de Ronaldo Fenômeno e a chegada de Pedro Lourenço à frente da SAF da Raposa.

Naturalmente, esperava-se saídas do Cruzeiro; ao passo que chegadas também são aguardadas. Porém, ao analisarmos todas as debandadas do clube nos últimos meses, um número nos chama atenção. 

Cruzeiro mandou meio mundo de gente embora

Para se ter uma ideia, oito profissionais que estavam ligados ao Cruzeiro até o início deste ano já foram embora por conta da mudança no comando societário do clube. A começar, claro, por Ronaldo Nazário, que vendeu 90% das ações a Pedro Lourenço e, com isso, encerrou seu ciclo na Toca da Raposa. 

Junto com Ronaldo, outros nomes importantes da antiga gestão também se despediram. Casos como os de Pedro Martins, Paulo André, Paulo Autuori e Elias não foram raros. Antes deles, porém, pode-se dizer que o primeiro a iniciar a debandada foi o goleiro Rafael Cabral, que acertou sua ida ao Grêmio

Vale lembrar que o arqueiro tem contrato com o Cruzeiro até dezembro do ano que vem, mas deixou de fazer parte dos planos do clube. Tanto assim que Cássio foi contratado para assumir a titularidade. 

Participe agora do nosso grupo exclusivo do Whatsapp, Telegram ou acesse nossas comunidades.

Ainda em tempo, vale citar outros dois nomes que deixaram o Cruzeiro durante esta troca de comando no barco celeste: André Corda, preparador de goleiros, e Victor Rios, diretor de comunicação.

Por outro lado, chegadas são esperadas. A diretoria celeste já está encorpada com a nova gestão e deve fazer um grande investimento na próxima janela. A expectativa é pela contratação de pelo menos mais cinco reforços.

Comentários estão fechados.