Cruzeiro entra na disputa por camisa 10 e prepara chapéu histórico no Galo

O Cruzeiro, comandado por Ronaldo Fenômeno, entrou na disputa por camisa 10 e prepara ofensiva para dar chapéu histórico no Atlético-MG. Com janela nacional de transferências fechada, o ex-jogador deve aproveitar o marcado doméstico, que vai do dia 1 a 19 de abril, para realizar contratação que vem dando o que falar no Campeonato Mineiro.

Robert Santos, do Athletic, vem sendo um destaque da equipe de São João Del Rey no Campeonato Mineiro e já entrou no radar de Cruzeiro e Atlético. De acordo com informações apuradas pelo FalaGalo, o Atlético-MG está um pouco na vantagem nas negociações, mas uma ligação do Fenômeno pode mudar tudo e fazer o Galo passar vergonha mais uma vez.

Aos 20 anos, Robert Santos já marcou três gols e deu duas assistências. “Já a Raposa quer um acordo sem custos com o Athletic e tenta seduzir o meia com a premissa de mais chances no time, o que seria uma vitrine maior visando uma futura venda do jovem atleta”, disse o FalaGalo.

Além dos dois rivais mineiros, Internacional, Vasco e Coritiba também têm interesse na contratação de Robert. Para o setor de Robert, o Cruzeiro contratou Gabriel Verón, Rafa Silva e Juan Dinenno, deixando espaço para que o jovem cresça no elenco celeste.

Cruzeiro ficou estagnado

O Cruzeiro enfrentou à Tombense neste domingo (10), no Ipatingão, em empate sem gols e vai decidir a vaga para a final do Mineiro no Mineirão, no próximo sábado (16). Na partida, Zé Ivaldo e Marlon foram expulsos e são desfalques para o jogo da volta.

Participe agora do nosso grupo exclusivo do Whatsapp, Telegram ou acesse nossas comunidades.

Serviço do jogo

Cruzeiro
Rafael; William, Zé Ivaldo, João Marcelo e Marlon; Lucas Romero, Lucas Silva (Machado), Matheus Vital (José Cifuentes) e Matheus Pereira (Villalba); Arthur Gomes (Neris) e Rafael Elias (Dinneno). Técnico: Nicolás Larcamón

Felipe Garcia; Pedro Costa, Ednei, Zé Vitor e Emerson; Mikael (Pierre), Kaio Mendes (Gabriel Lima), Vitinho (Denner) e Rafinha; Igor Bahia e Felipinho (Jefferson Renan). Técnico: Raul Cabral

Cartão amarelo: Felipinho, Kaio Mendes, Pierre (TOM); Marlon (CRU)
Cartão vermelho: Zé Ivaldo, Marlon (CRU)
Gol: Não houve

Comentários estão fechados.