Cruzeiro e Atlético-MG trabalharam “do mesmo jeito” para anunciar reforços gringos antes da janela fechar

Cruzeiro e Atlético-MG são rivais há mais de um século, mas estão alinhados neste começo de ano e trabalharam “do mesmo jeito” para anunciar reforços estrangeiros aos treinadores nesta reta final de janela de mercado. Enquanto o Cabuloso anunciou Álvaro Barreal, que veio do FC Cincinatti, já o Galo trouxe o colombiano Brahian Palacios.

Jovens e promissores, Cruzeiro e Atlético apostaram em jogadores de novos e com potencial de crescimento que estejam na realidade financeira atual. Aos 23 anos, Barreal estava atuando nos Estados Unidos e veio por empréstimo, enquanto Palacios estava no Atlético Nacional, da Colômbia. Apresentados nos últimos dias, os dois falaram da felicidade em jogar no Brasil.

“Tenho muitas expectativas. Queria voltar a jogar na América do Sul, poder jogar uma Copa Sul-Americana contra equipes de todo o continente. Isso também foi algo que me motivou a chegar a este clube”, disse Barreal, apresentado na Toca nesta terça-feira (5).

Palacios, apesar da semelhança na criatividade, foi comprado pelo Atlético-MG, que pagou 2 milhões de dólares pela contratação (cerca de R$ 10 milhões). “Muito feliz e muito contente por estar aqui. Agora tenho que descansar. Foi uma viagem muito longa. A expectativa muito grande, claro que sim [sobre jogar no futebol brasileiro]”, falou o jovem colombiano.

Participe agora do nosso grupo exclusivo do Whatsapp, Telegram ou acesse nossas comunidades.

O Cruzeiro enfrenta à Tombense, no Ipatingão, às 19h30, pela semifinal do Campeonato Mineiro. Na primeira fase do estadual, o Cabuloso teve seis vitórias, um empate e uma derrota, com 15 gols marcados e cinco sofridos, tendo saldo positivo de 10 gols.

Comentários estão fechados.