Cruzeiro contratou “Neymar equatoriano” e o improvável aconteceu

O Cruzeiro contratou em 2012 o “Neymar equatoriano”, que chegou ao clube com grande expectativa, ainda atuou nas categorias de base do clube, mas não conseguiu chegar aos pés do brasileiro e decepcionou a nação cruzeirense. Mais de 10 anos depois, a maior partida da torcida da Raposa nem lembra do jogador, mas os que lembram sabem do fiasco que foi.

Com passagem pela base do Cruzeiro, o jogador não atuou como profissional e atualmente esta com 34 anos. Medalhista de ouro com o Equador no Pan do Rio de Janeiro em 2007, Fidel foi observado pelo Cruzeiro e contratado para integrar as categorias de base do clube. Cercado de elogios, o atacante não teve problemas de comportamento, mas dentro de campo não funcionou.

“Não me deu problema nenhum, muito pelo contrário. Foi muito importante para uma conquista que tivemos em Amsterdã e estava fazendo uma temporada muito boa. Sempre mostrou um faro de gol espetacular, jogador que sempre acreditou muito. Não sendo centroavante, chegava muito na área para finalizar. Isso sempre chamou atenção em função dos gols que sempre fez”, disse Enderson Moreira, um dos responsáveis pela contratação.

Dimas Fonseca, que atuava na base do Cruzeiro, revelou as razões da não continuidade do atacante. “No início ele estava muito bem, mas depois caiu muito o rendimento. Quando estava se aproximando da data de efetivar a aquisição ele não estava bem. Aí o clube preferiu liberá-lo. Acredito que (o problema com a noite) foi o que o levou a cair tanto no rendimento.”

Participe agora do nosso grupo exclusivo do Whatsapp, Telegram ou acesse nossas comunidades.

Com cabelo parecido ao de Neymar na época, o jogador equatoriano afirmou ter incomodo com as comparações. “Sou o Fidel, e é assim que quero marcar minha história no futebol. Neymar é um grande jogador, admito que me inspiro nele, mas somos diferentes”, disse Fidel Martinez.

Comentários estão fechados.