Escudo do Cruzeiro. Foto: Divulgação/Reprodução.

Cruzeiro aprova alteração fundamental no estatuto do clube

O Cruzeiro definiu, em reunião realizada na noite da última segunda-feira (20), novas diretrizes para o estatuto do clube, que foi alterado, ao menos, em dois pontos fundamentais. Inicialmente, reduziu-se o tempo de mandato necessário para que um associado se torne conselheiro do Cruzeiro. 

Além disso, o tempo para que um conselheiro se candidatasse à presidência também foi reduzido. Com a nova lei, agora, em ambos os casos, serão necessários dois mandatos completos de conselheiro efetivo para se tornar conselheiro nato, e dois mandatos de Nato para poder se candidatar. 

O que de fato muda na vida do Cruzeiro?

Em um primeiro momento: nada. Isso porque as mudanças têm um prazo de seis meses para entrarem em vigor. Mas, a redução do tempo necessário tanto para se tornar conselheiro nato, quanto para se candidatar à presidência, pode ser vista como um movimento favorável à renovação do clube.

As pautas foram aprovadas com ampla maioria. De acordo com o presidente do Conselho Deliberativo do Cruzeiro, Maurício Marques, estiveram presentes na reunião de ontem 130 associados; apenas 20 votaram contra. 

Em relação à presidência e vice-presidência do Conselho, será necessário ao postulante cumprir dois mandatos completos e ininterruptos. Vale lembrar que na semana passada, o conselho do Cruzeiro promoveu 90 conselheiros natos. Além disso, com a mudança, outros 65 se tornaram efetivos do quadro atual.  

Apesar de que com a chegada da SAF do Cruzeiro, na figura de Ronaldo como sócio majoritário, o conselho do clube tenha perdido poder de intervenção, algumas questões ainda precisam necessariamente passar por outra esfera burocrática além dos órgãos da SAF. 

Um fato recente pode ilustrar o ponto. Há no Cruzeiro uma margem de 10% do clube, que não foi vendida a Ronaldo, que pertence à associação; esta detém o voto de minerva para questões ligadas à história do clube, por exemplo, uma possível mudança de escudo e hino. 

- Publicidade -

Deixe uma resposta

Seu endereço de email não será publicado.