Dudu com a camisa do Cruzeiro. Foto: Reprodução.

Craque cogitado para a seleção brasileira revela ter sido rejeitado pelo Cruzeiro

Talvez muitos torcedores cruzeirenses não se lembrem, mas o atacante Dudu, ídolo no Palmeiras, passou pelas categorias de base da Raposa. Em entrevista publicada na última terça-feira (14) pelo ‘Flow Sport Club’, o jogador contou sobre como foi tratado pelo técnico Cuca. À época, o atleta tinha 18 anos.

De acordo com Dudu, o treinador teria mandado ele voltar para as categorias de base do Cruzeiro, em 2010. “Chegou uma época que o Cuca falou: ‘Não vou querer esse menino não, pode voltar lá para a base’. Eu falei: ‘Não, não vou voltar para a base. Estou aqui há um ano, vou voltar para a base?’. Não voltei. Fiquei lá treinando”, disse. 

O desenrolar da história

Fato é que o jovem atacante não teve oportunidades no time do Cruzeiro comandado por Cuca. Após o imbróglio já posto, Dudu logo deixou o Cruzeiro, quando foi emprestado ao Coritiba, que tinha Ney Franco como técnico, para jogar a Série B do Brasileiro. 

“Acho que foi a melhor escolha da minha carreira. Eu pude disputar a Série B lá, com um time bom, que brigou para subir, que foi campeão”, contou o jogador. Naquele campeonato, Dudu fez 21 jogos e anotou quatro assistências, na campanha que deu o título ao Coxa, com 71 pontos, quatro a mais que o Figueirense, que terminou em segundo lugar. 

Logo após conquistar o título e, consequentemente, o acesso, Ney Franco assumiu o comando da Seleção Brasileira sub-20. Naturalmente, convocou o garoto Dudu para o desafio que se aproximava: a Copa do Mundo da categoria.

Titular no time, o jovem atacante se destacou no torneio, tendo marcado quatro gols com a camisa amarelinha. Naquele ano, o Brasil conquistou o título mundial da categoria. 

Em 2011, após uma boa temporada, Cuca pediu o retorno de Dudu ao Cruzeiro, mas o jogador foi rapidamente vendido ao Dínamo de Kiev, da Ucrânia.

“Aí o Cuca me pediu para voltar para o Cruzeiro. Mas, depois de um mês, dois meses, eu fui para o Dínamo. Me venderam”, disse o jogador.

Posteriormente, Dudu e Cuca trabalharam lado a lado no Palmeiras, em 2016. Juntos, conquistaram o Campeonato Brasileiro daquela temporada.

- Publicidade -

Deixe uma resposta

Seu endereço de email não será publicado.