Coritiba é comunicado sobre suspensão após jogo contra o Cruzeiro e Vila Capanema será fechada

O Coritiba, último adversário do Cruzeiro no Brasileirão, foi comunicado que o estádio da Vila Capanema foi fechado após as cenas de violentas vistas no último sábado, na derrota da Raposa por 1 a 0, quando torcedores invadiram o campo para agredir e ameaçar jogadores. Autoridades do Paraná anunciaram a suspensão do laudo de segurança da Vila Capanema após briga de torcedores.

Em nota, as autoridades explicaram a decisão de suspender o laudo de segurança do estádio da Vila Capanema. “Por medida cautelar, levando em conta os danos estruturais causados pelo fato, a PMPR suspendeu de imediato o laudo de segurança para a utilização do espaço até que suas condições de segurança e utilização sejam reavaliadas. A PMPR ainda deliberou que, de agora em diante, quando houver qualquer situação de violência com danos nos estádios no estado, este laudo de segurança será suspenso”, informaram os órgãos de segurança.

Ainda na nota, os órgãos informaram que uma bomba foi encontrada nas instalações do estádio. “Além da questão de danos no estádio, a suspensão foi motivada pela localização de um artefato improvisado (bomba caseira), situação que demandou inclusive a presença do esquadrão antibombas da PMPR no local”, completou.

Participe agora do nosso grupo exclusivo do Whatsapp, Telegram ou acesse nossas comunidades.

Por enquanto nenhuma decisão foi tomada para punir as torcidas, mas a tendência é que uma decisão preventiva seja tomada. O Cruzeiro corre o risco de jogar a reta final do Brasileirão com as arquibancadas vazias.

Com 37 pontos, a Raposa está na 17° colocação e volta a campo neste sábado, 18, contra o Fortaleza, na Arena Castelão, às 18h30.

Comentários estão fechados.