Corinthians precisará pagar R$ 40,4 milhões a jogador que foi alvo do Cruzeiro

O Corinthians não aguento mais viver período de crise política e financeira, está brigando contra o rebaixamento e agora vai precisar pagar R$ 40,4 milhões em jogador que foi alvo do Cruzeiro num passado recente. Investindo além do que podia para superar a Raposa nas negociações, o clube paulista se deu mal e já nem conta mais com o meia no elenco.

A Fifa condenou o Corinthians a pagar R$ 40,4 milhões ao meia Matías Rojas, que rescindiu contrato com o clube no começo deste ano alegando atraso nos direitos de imagem (compõem parte dos salários dos jogadores). Livre no mercado, o jogador assinou com o Inter Miami e agora é parceiro de equipe de Lionel Messi e Luís Suaréz.

A decisão foi tomada pelo tribunal da entidade máxima do futebol nesta quinta-feira. O Corinthians ainda pode recorrer na decisão e já informou que tomará atitudes. A punição do clube é o total de salários que Rojas tinha a receber até o final do contrato. O vínculo era válido até julho de 2027. Apesar dos problemas, o Corinthians se deu bem ao conseguir se livrar de transferban, quando fica proibido de inscrever novos jogadores.

Em pedido de defesa, os advogados do Rojas alegaram ter tentado negociar várias vezes com o Corinthians mas quitar os pagamentos em aberto, mas tiveram êxito.

Participe agora do nosso grupo exclusivo do Whatsapp, Telegram ou acesse nossas comunidades.

“Ainda em dezembro, quando já tinha a possibilidade de sair na Fifa, a gente procurou o Corinthians para tentar fazer um acordo. Não era intenção rescindir. Tivemos uma demora por conta da mudança de diretoria, mas o Corinthians aceitou renegociar a dívida. Nesse momento, o Augusto (Melo, presidente do clube) disse que tinha palavra e que honraria o compromisso”, disse Rafael Botelho, advogado do meia.

Comentários estão fechados.